Fiat 500: elétrico deverá chegar ao Brasil apenas na versão topo de linha Icon com teto solar panorâmico, entre outros itens
Divulgação
Fiat 500: elétrico deverá chegar ao Brasil apenas na versão topo de linha Icon com teto solar panorâmico, entre outros itens

A Stellantis (FCA + PSA) está prestes a lançar dois modelos 100% elétricos no Brasil em julho, conforme apurou a reportagem de iG Carros. Um deles será a nova geração do Fiat 500, que começará a ser vendida no país a partir do fim do mês que vem. O outro é o Peugeot 208 e-GT, que chegou a ser mostrado para a imprensa em setembro de 2020 e apenas agora tem sua chegada confirmada às lojas.


O Fiat 500 elétrico deverá ser trazido apenas na versão topo de linha Icon, com preço em torno de R$ 250 mil, o que é menos que os R$ 283.950 do BMW i3 , porém, um pouco mais do que os R$ 204.990 do Renault Zoe, que já tivemos a oportunidade de dar uma volta . Com motor de 118 cv, o novo modelo da marca italiana é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 9 segundos e atingir 150 km/h, com 320 km de autonomia.

Apesar da aparência lembrar bastante o Fiat 500 da geração anterior, o novo é um carro bem diferente, com interior ainda mais arrojado, o que inclui uma central multimídia com tela de alta resolução, que pode ser conectada ao celular sem fio e aceita comandos por voz. Ainda entre os destaques deveremos ter teto solar panorâmico e a pintura com três camadas de tinta.

Será um dos três modelos eletrificados que a Stellantis lançará no Brasil até 2022. Por isso, a marca já anunciou parceria com a Enel X, empresa de soluções energéticas e planeja fazer investimentos na infraestrutura necessária para a recarga de híbridos plug-in (como o Compass 4Xe ) e elétricos.

A ideia é trabalhar em soluções para carregamento fácil, conectividade e segurança para simplificar a vida dos clientes que optam por dirigir um veículo eletrificado .

No caso do Peugeot 208 e-GT , será equipado com um motor de 136 cv e torque de 26,5 kgfm, que permite ao hatch acelerar de 0 a100 km/h em 8,1 segundos, de acordo com a fabricante. O elétrico virá importado da França e irá complementar a linha de versões a combustão do novo 208 , produzidas na Argentina e equipadas com o motor 1.6 16V EC5 flex.

O 208 e-GT também deverá ficar na casa dos R$ 250 mil, com até 340 km de autonomia e um pacote bem recheado de equipamentos, o que inclui cluster digital 3D faróis e lanternas full LED , entre uma série de outros itens. Mais detalhes serão divulgados numa data mais próxima do lançamento.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários