O híbrido Fisker Karma foi adquirido em 2011 pelo ator norte-americano Leonardo Di Caprio
Divulgação
O híbrido Fisker Karma foi adquirido em 2011 pelo ator norte-americano Leonardo Di Caprio

Que a estrela de Hollywood, o ator norte-americano Leonardo Di Caprio , sempre esteve envolvido em causas voltadas à sustentabilidade e natureza, para os fãs isso não é nenhuma novidade. Em 2005, por exemplo, ele comprou a sua própria ilha no Mar do Caribe.

Desde 1998, a Fundação Leonardo DiCaprio foi estabelecida com foco em um futuro sustentável. Seu trabalho cobre uma série de questões, desde a proteção da vida selvagem até a preservação da floresta e do oceano, entre outros. Esse amor pelo planeta mais tarde rendeu a ele o primeiro Fisker Karma , que chegou ao mercado. Em 2011, ele foi o primeiro comprador do esportivo híbrido Fisker Karma .

Projetado por Henrik Fisker, nada mais e nada menos do que o designer da Aston Martin e contando uma produção de 3 mil unidades, o esportivo é feito de alumínio usa motor a combustão 2.0 turbo a gasolina e, quando utilizado junto do motor elétrico, tem 260 cv de potência . Além disso, sua velocidade máxima é de 153 km/h e é capaz de rodar 42,5 km com um litro de combustível. Sua autonomia é de 483 km.

Fisker, por outro lado, estava tendo problemas com um recall em mais de 250 Karma EVs  (de “Electric Vehicle”, ou veículos elétricos) devido a uma braçadeira de mangueira perdida que poderia levar a incêndios. Então, assumir a imagem de uma estrela como Leonardo Di Caprio deveria ter trazido um bom impulso para a empresa.

O sedã híbrido usa motor a combustão 2.0 turbo a gasolina e, quando utilizado junto do propulsor elétrico, tem 260 cv
Divulgação
O sedã híbrido usa motor a combustão 2.0 turbo a gasolina e, quando utilizado junto do propulsor elétrico, tem 260 cv

Bem, isso não aconteceu. Devido a um empréstimo não pago do Departamento de Energia e a um recall chocante da bateria, a Fisker Automotive logo estava saindo de cena do mundo dos EVs. Agora, coisas como esta eram esperadas para acontecer, especialmente porque a tecnologia de bateria em EVs estava engatinhando em comparação com a tecnologia de hoje.

No entanto, hoje, o nome Fisker , e até mesmo o design do veículo, ainda está no mercado porque alguns ativos da Fisker Automotive foram comprados pela Wanxiang, que mais tarde trouxe veículos como o Karma GS-6 e alguns outros EVs planejados. Henrik Fisker ainda está em jogo com seus EVs da Fisker Inc. Parece que parte do Karma de Leonardo acabou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários