Jovens estão preferindo se locomover por aplicativos, taxi, ônibus e metrô, segundo pesquisa do Detran
Lauro Lam
Jovens estão preferindo se locomover por aplicativos, taxi, ônibus e metrô, segundo pesquisa do Detran

Até então, o sonho dos jovens ao completar 18 anos era tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e conquistar a sua liberdade com o seu primeiro carro. No entanto, este comportamento vem mudando nos últimos anos.

Só para exemplificar, um levantamento feito pelo Detran.SP revela que entre pessoas com 18 e 30 anos, houve uma redução de 4.872 milhões em 2015 para 4.356 milhões no mesmo período deste ano no Estado de São Paulo, uma queda de 10,5%.

 “Fatores culturais e econômicos influenciam o perfil dos motoristas com o passar dos anos. Hoje temos uma geração que se preocupa mais com a questão ambiental e a facilidade oferecida pelos aplicativos de transporte. Os jovens hoje têm outras expectativas. Essa discussão sobre mudanças dos modais é mundial”, ressalta Neto Mascellani, diretor-presidente do Detran.SP.

De acordo com especialistas, fatores culturais, econômicos e sociais explicariam esse declínio do interesse dos jovens por possuírem sua habilitação e a optarem muitas vezes pelo uso de aplicativos , do transporte coletivo, ou mesmo de outros veículos, como a bicicleta.

Carolina Cheres, de 27 anos, mora na Grande São Paulo e prefere se locomover por aplicativos, taxi, ônibus e metrô.
Divulgação
Carolina Cheres, de 27 anos, mora na Grande São Paulo e prefere se locomover por aplicativos, taxi, ônibus e metrô.

A professora Carolina Cheres, de 27 anos, mora na Grande São Paulo e não é habilitada. Ela prefere se locomover por aplicativos, taxi, ônibus e metrô. “Não me preocupo com IPVA, gasolina, multas, pedágios, problemas mecânicos, estacionamento ou brigas de trânsito. Sem falar que ainda contribuo com a redução de gases poluentes ”, esclarece ela.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários