Toyota Corolla: sedã também faz sucesso no Brasil como sedã mais vendido do segmento, mas a versão SUV  pede passagem
Divulgação
Toyota Corolla: sedã também faz sucesso no Brasil como sedã mais vendido do segmento, mas a versão SUV pede passagem

O primeiro Corolla chegou ao mercado mundial em 1966 e logo de cara cativou o público não só entre os desejos de consumidores japoneses, mas também em todos os países em que foi lançado.

No Brasil, o modelo surgiu em 1993, primeiro como importado. Em quatro anos, também mostrou sua força no mercado nacional. Prova disso é que em 1997, a Toyota decide construir uma fábrica na cidade de Indaiatuba (SP). No ano seguinte, sairia o primeiro Corolla nacional. 

Já em sua 7ª geração, desembarcava por aqui vindo do Japão, nas carroceria sedã de quatro portas e station wagon. Seguiu importado até 1998, quando foi iniciada a produção da 8ª geração na nova fábrica de Indaiatuba (SP).

irando a 9ª geração, que teve a perua Corolla Fielder , todas as outras encarnações do Corolla brasileiro foram oferecidas apenas na carroceria sedã, que no exterior era apenas uma das opções existentes para o modelo médio. Confira as variações do Toyota que não tivemos no Brasil.

Você viu?

Graças a esta trajetória de sucesso, o veículo entra para a história com a marca histórica de 50 milhões de unidades vendidas no mundo e mais de 1,4 milhão de unidades produzidas na fábrica de Indaiatuba , incluindo as exportações na América Latina, como Argentina, Uruguai, Paraguai, Chile, Colômbia, entre outros. 

Seguindo a tendência dos SUVs , a Toyota resolveu inovar e apostar suas fichas neste segmento com o Corolla Cross , lembrando que a marca já havia lançado outras configurações como hatches, cupês e peruas, como a Fielder que tivemos por aqui.

Por aqui, o  Cross  produzido na fábrica de Sorocaba (SP), foi lançado em março de 2021 e até o mês de julho já registrou mais de 15 mil unidades emplacadas conseguindo alcançar a s egunda posição de vendas dos SUV médios .

Além disso, com duas versões híbridas disponíveis no Brasil, o modelo passou a liderar a categoria de eletrificados, com cerca de 5.237 mil unidades vendidas. Mesmo com boas vendas no país, o modelo teve várias versões que não foram vendidas por aqui .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários