O Mercedes Adenauer trazia telefone móvel, divisória, ventilador na traseira e cintos de segurança
Divulgação
O Mercedes Adenauer trazia telefone móvel, divisória, ventilador na traseira e cintos de segurança

O Mercedes-Benz 300 de 1959, ou Mercedes Adenauer , em alusão ao primeiro chanceler da República Federal da Alemanha, Konrad Adenauer, sendo este o último automóvel oficial, está exposto no Museu Mercedes-Benz, na Alemanha.

Além deste, o museu localizado em Stuttgart, na Alemanha, abriga 160 veículos e 1.500 peças em exibição, e possui um vasto acervo onde se concentra fatos e de história da indústria automobilística alemã como este Mercedes-Benz 300 usado por Adenauer.

O veículo em questão traz pintura preta e cromados discretos, com amplo espaço e estofamento macio na traseira e detalhes de madeira, continuam a testemunhar o posicionamento do Mercedes-Benz 300 como um veículo luxuoso.

Ainda falando de detalhes, o assento de Adenauer, do lado direito traseiro, atrás da divisória, que tem um vidro com acionamento elétrico , há uma pequena mesa dobrável que pode ser usada para realizar tarefas.

Uma persiana de rolo acionada por cabo foi instalada para escurecer a janela traseira e proteger os ocupantes da luz do sol - o veículo do chanceler não tinha ar-condicionado . Para isso, apenas um ventilador de três pás refrigerava a cabine.

A tecnologia de comunicações do sedã era ultramoderna para a época com uma versão pioneira de telefone móvel instalado dentro do porta-luvas. Outra peculiaridade para a época estava no sistema de segurança adotado: cintos de três pontos no banco traseiro.

O sedã que faz parte da série W 189 , é equipado com motor de seis cilindros com injeção indireta de combustível no lugar do carburador e 160 cv com velocidade final de 165 km/h.

A Mercedes-Benz entregou o histórico modelo para a frota oficial do governo em janeiro de 1959. Em 1963, ao final de seu mandato como chefe de governo, Adenauer comprou o Mercedes-Benz 300 da República Federal da Alemanha, passando a usá-lo pessoalmente até seu falecimento, em 1967.

Você viu?

O veículo traz uma placa particular, e não a placa tradicional utilizada pelo chanceler federal, de número 0-002. Aposentado, Adenauer continuou a ser conduzido por um motorista em seu prestigioso sedã. Ter um motorista era fundamental para ele, já que o primeiro chanceler federal da Alemanha não possuía carteira de motorista. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários