Em São Paulo, o GNV chega a ser entre 60% a 86% mais em conta que a gasolina nos postos de combustíveis
Divulgação
Em São Paulo, o GNV chega a ser entre 60% a 86% mais em conta que a gasolina nos postos de combustíveis

Que o preço da gasolina está cada vez mais caro, nós já sabemos de cor e salteado. Do início de 2021 até agora a gasolina já aumentou 31,1% e o diesel 28%, puxando também o valor do etanol, que sempre foi a alternativa mais popular quando o preço do combustível aperta. Mas como driblar essa alta nos valores praticados?

A saída vista por muitos está na adaptação para o GNV - o gás natural veicular, uma alternativa cuja diferença só em São Paulo chega a de 60 a 86% na média com o gasto com a gasolina, por exemplo.

As instalações de kit GNV somente no primeiro trimestre de 2021 cresceram 15% no Brasil e 11% no estado do Rio de Janeiro. O levantamento foi feito pela Firjan a pedido do Sindicato da Indústria de Reparação de Veículos e Acessórios do Rio de Janeiro (Sindirepa).

Já em Minas Gerais, houve um impressionante número de 500% de crescimento de conversões de veículos para gás nos quatro primeiros meses desse ano em relação ao mesmo período do ano passado, segundo o governo do Estado.

"Tem gente que converte o carro, mas esquece de alterar a apólice do seguro e isso pode gerar muitos problemas", avisa Marcelo Moura, diretor de automóvel e massificados da HDI Seguros. Vale salientar que nem toda seguradora cobre GNV - e isso é fundamental para não ter problemas com a cobertura para o combustível alternativo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários