Lilium Jet faz parte do projeto de operações de voo elétrico que estão programadas para começar em 2024
Divulgação
Lilium Jet faz parte do projeto de operações de voo elétrico que estão programadas para começar em 2024

A Lilium , sediada em Munique, vai estabelecer futuras rotas para seu novo jato elétrico entre países como Alemanha, EUA e Brasil. O objetivo é criar uma rede de mobilidade aérea que vai permitir voos em alta velocidade, silenciosos e sem emissões.

No Brasil, a empresa alemã já confirmou que uma recente parceria com a companhia aérea brasileira Azul e agora está adicionando outra plataforma giratória de voos para transferir seus passageiros para o destino estratégico à sua rede planejada na Alemanha, mais especificamente entre Stuttgart, Munique e Nuremberg, com as cidades e regiões próximas.

De acordo com a Lilium , a companhia de aviação planejou estes pontos de conexão para voos elétricos na parte oeste do país, nos aeroportos de Colônia / Bonn e Düsseldorf, e na região sul, em Munique e Nuremberg. Stuttgart representa a última adição a esta rota.

Além de desenvolver um jato elétrico vertical para decolagem e pouso (eVTOL), a Lilium também realizou diversos estudos de localização, infraestrutura e integração do espaço aéreo nos últimos anos.

Leia Também

Leia Também

O objetivo dessas redes estendidas na Alemanha é oferecer conexões totalmente elétricas que permitirão aos passageiros de cada região viajar com rapidez e conforto , a preços semelhantes aos dos meios de transporte convencionais.

O projeto também é incentivado pelas autoridades regionais, que estão empenhadas em apoiar programas inovadores de mobilidade aérea e pretende investir mais de 100 milhões de euros em programas de pesquisa e desenvolvimento relacionados à mobilidade aérea urbana , nos próximos anos.

O Lilium Jet , um eVTOL com alcance de 125 km e velocidade de cruzeiro de 280 km/h , está atualmente em processo de certificação pela European Aviation Safety Agency (EASA) e pela Federal Aviation Administration (FAA). As operações de voo elétrico estão programadas para começar em 2024.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários