A história do Lada Niva chega ao fim da linha depois de mais de quatro décadas em produção
Divulgação
A história do Lada Niva chega ao fim da linha depois de mais de quatro décadas em produção

Produzido sem grandes mudanças desde 1977, o jipinho Lada Niva finalmente será descontinuado na Rússia. A fábrica de Tolyatti não está mais aceitando encomendas de concessionários, e a produção do lendário 4x4 está marcada para terminar em dezembro de 2021. O modelo foi vendido no Brasil entre 1990 e 1997.

Dois motivos levaram ao encerramento da produção do Lada Niva após 44 anos . O primeiro deles diz respeito às novas normas de emissão de gases tóxicos na Europa. Com um motor defasado, a Lada optou por não investir em uma renovação para a mecânica do Niva.

Em 1996, o Niva abandonou o antigo motor 1.6 carburado que o equipava desde o lançamento, adotando uma unidade 1.7 com injeção eletrônica no ano seguinte. Trata-se do mesmo motor utilizado até os dias de hoje.

O segundo motivo para o fim do Niva é que o modelo ganhará uma nova geração em 2024. Apesar da idade avançada do modelo atual, o Niva corresponde a 38% de todas as vendas da Lada no mundo. A marca tem a expectativa de que uma renovação do lendário 4x4 possa alavancar este número.

Ao longo de seus 44 anos de história, o Niva emplacou mais de 3 milhões de unidades em todo o mundo. Estima-se que 650 mil unidades do jipinho continuam em circulação.

Leia Também

O fato de ser um modelo defasado chamava atenção de um público europeu mais ‘descolado’, que não se importava com seu caráter rústico. A atriz Scarlett Johansson aparece dirigindo uma unidade no filme ‘Viúva Negra’, que estreou no Disney+ em 2021.

No Brasil

Lada Niva chegou a ser vendido no Brasil no início dos anos 90 e continua com uma legião de fãs até hoje
Divulgação
Lada Niva chegou a ser vendido no Brasil no início dos anos 90 e continua com uma legião de fãs até hoje

Com a abertura das importações em 1990, a Lada foi uma das primeiras marcas de importados a chegar ao Brasil. O Niva teve grande destaque, uma vez que os modelos da Gurgel eram considerados defasados.

As vendas do Niva começaram a cair em 1991 com a dissolução da União Soviética. A grande dificuldade de importar peças e os problemas recorrentes dos modelos seminovos atrapalharam o pós-venda do jipinho russo. Em 1997, pouco antes da chegada de um novo rival ao Brasil – o Suzuki Jimny –, o Lada Niva saiu de linha no Brasil.

O Lada Niva  ainda tem grande procura no segmento dos carros clássicos. Unidades em bom estado podem passar de R$ 35 mil nos classificados online mais populares.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários