Silverado 2022: nova geração da picape terá apenas os modelos da Ram entre as principais rivais quando chegar ao Brasil
Divulgação
Silverado 2022: nova geração da picape terá apenas os modelos da Ram entre as principais rivais quando chegar ao Brasil

A GM pretende lançar mais uma picape ao mercado nacional, além da S10 Z71, que acaba de chegar e da nova Montana, que já está em fase de testes e deve fazer parte da linha 2023.


Com a intenção de voltar ao segmento de picapes grandes no Brasil, a GM deverá trazer a nova geração da Silverado , cuja linha 2022 é apresentada nos dos EUA com mudanças na sua linha de motores.

A começar pela versão Custom Trail Boss que vem de fábrica com o quatro cilindros, turbo de 2,7 litros de 310 cv de potência que foi atualizado passando a oferecer 58,1 kgfm de torque, um aumento de 12,71 kgfm em relação à linha 2021.

O único motor opcional até então era é o EcoTec V8 de 6,2 litros com 420 cv e 63,6 de torque, mas a empresa vai incluir no pacote de opcionais o motor Duramax, de seis cilindros em linha de 3,0 litros de 277 cv e 63,6 kgfm. Além dessas mudanças,  LT Trail Boss  passa estar disponível com um V8 de 6,2 litros ou o Duramax a diesel.

O picape Chevrolet Silverado era para vir importada da Argentina,  mas teve sua estreia adiada por tempo indeterminado no país vizinho, medida que foi tomada para priorizar de veículos de maior apelo na região, além de restrições fiscais do governo argentino e o desabastecimento de microchips semicondutores no mercado global que impactaram diretamente no seu lançamento.

Leia Também

No  Brasil, a picape deve voltar ao mercado em 2022 e virá equipada com o mesmo motor V8 do Camaro, no caso o V8 6.2 litros de 420 cv de potência e 63,6 kgfm de torque e que deve roubar da Ram 1500 o título de picape mais potente do Brasil que tem 400 cv.

Além dessa configuração, é esperado também um 3.0 turbodiesel, de seis cilindros em linha, da família Duramax , com 277 cv e 63,6 kgfm. Nas duas motorizações, a opção de câmbio deverá ser o automático, de 10 machas e tração 4x4.


O início da Silverado no Brasil

Chevrolet Silverado feita no Brasil entre 1997 e 2001 chegou a concorrer com a Ford F250 e deve voltar ao país 20 anos depois
Divulgação
Chevrolet Silverado feita no Brasil entre 1997 e 2001 chegou a concorrer com a Ford F250 e deve voltar ao país 20 anos depois

No Brasil, a picape foi lançada no Brasil em 1997, importada da Argentina, para substituir a D20 . Vinha equipada com motores 4.1 MPFI a gasolina de 138 cv e 30,7 kgfm de torque, MWM Sprint Turbo 6.07T, ou 4.2 litros de seis cilindros com 168 cavalos e 43,3 kgfm de torque.

Uma terceira opção ficava por conta do Maxion S4, com quatro cilindros 4.1 aspirado a diesel de 90 cv, voltado para o mercado de entrada e de veículos comerciais.

Em 1999, chegou a série especial Conquest e no ano seguinte passa a ser fabricada no Brasil e, com isso, aposentava os motores 4.1 e Maxion S4 , mas o MWM Turbo de seis cilindros passava a contar com 150 cv. Ainda no mesmo ano, a nomenclatura passava a Silverado D20 .

Em 2001, a série Rodeio é lançada e não demoraria para a marca parar a produção de picapes e utilitários esportivos grandes e caminhões no Brasil e assim ficando sem sucessora.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários