Renault Austral adianta novidades antes de seu lançamento, que ocorrerá até o final de 2022
Divulgação
Renault Austral adianta novidades antes de seu lançamento, que ocorrerá até o final de 2022

Há um mês, a Renault anunciou que o sucessor do utilitário esportivo Kadjar se chamará Austral. Agora, a fabricante mostra mais detalhes sobre esse próximo SUV que está programado para estrear em 2022.

A Renault já começou a testar o Austral em estradas públicas. Uma frota de 100 protótipos camuflados com 900 motoristas cobrirá 600.000 km nas estradas da França, Espanha, Alemanha e Romênia, enquanto outros 1.400.000 km serão percorridos na pista.

O SUV estará disponível exclusivamente com motorizações a gasolina eletrificadas, eliminando os motores a diesel de seu antecessor.

Entre as diferentes opções, estarão o híbrido Austral E-Tech, o 1.3 TCe turboalimentado com um sistema híbrido moderado de 12V, além de um 1.2 TCe totalmente novo turboalimentado, com um sistema híbrido moderado de 48V. A variante mais potente produzirá até 200 cv.

O Renault Austral é baseado na plataforma CMF-CD3, semelhante à usada no Nissan Qashqai e no Nissan X-Trail / Rogue. De acordo com a Renault, a nova arquitetura trará melhor isolamento acústico e uma configuração de suspensão orientada para o conforto.

Leia Também

Apesar da camuflagem, as novas fotos revelam a silhueta do Austral que é semelhante ao  Megane E-Tech ,  embora o veículo pareça ter uma pegada maior, com um comprimento confirmado de 4,51 metros (177,6 polegadas).

O Austral tem iluminação de LED em ambas as extremidades, incorporando a mais recente linguagem de design da Renault . Não temos fotos do interior, mas sabemos que a cabine terá cinco assentos e esperamos uma  enorme tela de infoentretenimento  no painel.

À espera do Bigster no Brasil

Dacia Bigster será o SUV de sete lugares da Renault no Brasil, entre os utilitários esportivos representam 50% das vendas
Reprodução
Dacia Bigster será o SUV de sete lugares da Renault no Brasil, entre os utilitários esportivos representam 50% das vendas

O Grupo Renault apresentou no ano passado seus planos futuros a partir de uma nova estratégia definida no final do ano passado para suas fábricas no mundo, o que inclui o Mercosul . Na Europa, a ideia é desenvolver novos modelos elétricos e esportivos com a marca Alpine.

No Brasil, teremos o Bigster , o SUV de 7 lugares derivado do Duster , conforme o direcionamento que a marca dá aos países emergentes, com base nos modelos da divisão de baixo custo Dacia.

Também deverá contar com visual que inspira robustez. A Renault ainda não confirma, mas é bem provável que o novo SUV médio deverá ser fabricado no Brasil para abastecer o Mercosul a partir da utilização da plataforma CMF-B.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários