Lamborghini focará seus esforços no desenvolvimento de motores eletrificados
Divulgação
Lamborghini focará seus esforços no desenvolvimento de motores eletrificados

A Lamborghini revela que 2022 será o seu último ano com oferta de carros movidos apenas por gasolina. Essa informação foi divulgada pelo CEO da marca, Stephan Winkelmann. O foco passará a ser a eletrificação dos carros, que não deixarão de contar com um motor a combustão, para, assim, tornarem-se híbridos. Além disso, haverá um modelo 100% elétrico até 2028, conforme a fabricante.

Na agenda da Lamborghini , temos o fim do Aventador para ser substituído por um outro hiper-carro híbrido. Em 2023, será a vez do SUV Urus . Em 2025, por sua vez, o Huracán passará a ser eletrificado. Assim, o CEO terá apenas carros híbridos em seu portfólio, antes de 2025, com a intenção de reduzir as emissões de CO2 em pelo menos 50%.

O executivo acredita ainda que os clientes da marca estão preparados para essa mudança de paradigma: “Com certeza, eles sabiam que a hibridização chegaria. Sempre dissemos que não precisaríamos ser os primeiros, mas uma vez que entrássemos nesse universo, seríamos os melhores. Isso é algo que temos convicção de que vá acontecer”, disse em entrevista à revista britânica Autocar .

Apesar da meta, já afirmaram que o emblemático V12 não está próximo do seu fim. Muito pelo contrário: o sucessor do Aventador ganhará um novo V12. Winkelmann disse para a Autocar que um motor de seis cilindros — como acontece na Porsche e Audi — não está nos planos, já que os grandes motores, como o V10 e o V12, são parte da herança da marca e estão no DNA da companhia.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários