Mercedes-Benz EQE: sedã elétrico pode alcançar 654 km de autonomia, de acordo com a fabricante
Divulgação
Mercedes-Benz EQE: sedã elétrico pode alcançar 654 km de autonomia, de acordo com a fabricante

Novas imagens e informações do novo EQE foram divulgadas pela Mercedes-Benz, e os destaques ficam por conta da aparência muito próxima com o irmão maior EQS, e o preço, cerca de 30 mil Euros (R$ 151mil) mais barato que o elétrico carro-chefe da Marca.

Assim como na linha a combustão, os modelos da linha “E” ficam abaixo da linha S, então, o tamanho do EQE é 90 mm menor que o EQS, outra diferença visível, é na grade, que perde os elementos cromados e o filete de LED que conecta os faróis.

As similaridades continuam no interior com as telas de 12.3 polegadas que serve como cluster, e uma secundária de 13, que comanda o sistema de infotenimento e outros controles do veículo. Há também, as uma tela chamada de “Hyperscreen”, disponível como opcional, que faz a integração das duas telas com o painel do veículo, e permite controles específicos para o passageiro.

O modelo estará disponível em duas versões: A de entrada EQE 350 , é equipada com um motor de 292 cv e 54,06 kgfm de torque e pode alcançar até 654 km de autonomia no ciclo WLTP graças às baterias de 90 kWh.

Leia Também

 A versão EQE 500 , será a voltada para desempenho, e é equipada com dois motores que combinam para 407 cv. A montadora não divulgou mais detalhes sobre a versão 500, mas o 0 a 100 km/h deverá ficar abaixo dos 5.6 segundos, que é o tempo necessário para o EQE 350 alcançar a marca.

Na Europa, o EQS Sedan parte de 103.828 (R$ 524.035) enquanto o EQE partirá de 70.627 (R$ 354.465). A linha EQE será uma opção para compradores de veículos elétricos que desejam o requinte da linha EQS, mas não queiram gastar tanto.

Além disso, o modelo pode roubar potenciais compradores do Porsche Taycan , que parte de 89 mil Euros, e apesar de ser mais potente que a versão 350, possui 432 km de autonomia máxima, 222 km a menos que o Mercedes.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários