Versão picape é apenas estudo de design, mas pode vir a ser fabricada em série se for interessante no mercado
Divulgação
Versão picape é apenas estudo de design, mas pode vir a ser fabricada em série se for interessante no mercado

A Kombi foi sucesso no mercado brasileiro, e até hoje é querida por entusiastas de antigomobilismo, e brasileiros em geral. Em comemoração ao dia mundial de design, o Twitter oficial do Grupo Volkswagen divulgou uma imagem que mostra um antigo conceito da ID. Buzz, mas em uma inédita versão picape.

Na postagem, a marca disse: “No caminho da ideia até a linha de produção, houve muitos esboços de design nunca vistos, como esse de um ID.Buzz picape!” O conceito mostrado, é derivado dos primeiros conceitos divulgados da sucessora da Kombi , ainda em 2017.

Não existem informações que possam indicar se a ID.Buzz picape será produzida, mas o CEO do Grupo Volkswagen na América do Norte, Scott Keogh, já declarou que a fabricante está estudando ofertar uma picape elétrica para esse mercado.

É notável que em alguns aspectos a versão elétrica picape seria mais prática que a Kombi cabine dupla original. A cabine parece ser a mesma da ID.Buzz, logo, o espaço interno seria melhor otimizado do que na Kombi da década de 80.

Leia Também

Leia Também

Leia Também

Originalmente, a Kombi picape não tinha muita profundidade na caçamba por conta do motor posicionado na traseira, no caso da ID.Buzz, a posição é a mesma, mas devido à configuração mais compacta do motor elétrico , a caçamba ganha em profundidade, mas perde em comprimento.

 A ID.buzz será vendida em versão de passageiros e de carga, e a única motorização anunciada é de 150 kW (204 cv) com baterias de 77 kWh.

Segundo a Volkswagen, esse conjunto de baterias poderá ser carregado de 5% a 80% em 30 minutos.  Outras versões com configurações de seis e sete lugares serão lançadas futuramente.

Espera-se que as vendas se iniciem no terceiro trimestre desse ano na Europa, e em 2023 nos Estados Unidos. Caso a ID.Buzz c hegue ao Brasil, deve vir após as vendas se iniciarem no mercado norte-americano.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários