Modelo criado para transporte urbano, com portas corrediças, e pode chegar ao Brasil
Divulgação
Modelo criado para transporte urbano, com portas corrediças, e pode chegar ao Brasil

A BYD se uniu à VEMO para promover acesso à mobilidade elétrica no México.  Mil unidades do BYD D1 serão disponibilizadas para rodar em aplicativos de transportes urbanos.

O modelo possui a mesma bateria Blade que equipa o HAN EV e TAN EV , modelos da BYD recentemente lançados no Brasil. Ao oferecer os veículos no México, a fabricante só reforça os rumores de que o D1 será oferecido também em nosso país, inclusive, duas unidades já foram flagradas em ruas brasileiras.

A VEMO é a maior empresa de transporte eletrificado do México, e produz carregadores elétricos e desenvolve soluções para mobilidade elétrica . De acordo com as empresas, toda a frota pode evitar a emissão de 20 mil de toneladas de emissões de carbono por ano, o equivalente ao plantio de 1 milhão de árvores.

O D1 é o primeiro modelo da BYD projetado exclusivamente para o transporte de passageiros e possui 4,39m de comprimento, sendo um pouco maior que o Honda City Hatch .

Leia Também

Leia Também

Os ocupantes traseiros encontrarão entre eixos de SUV grande, são 2,8m, número próximo ao de Jeep Commander  e Hilux SW4 . O D1 ainda com a porta traseira direita deslizante, visando facilitar a entrada de passageiros.

Mas o motorista também tem itens de conforto e auxilio à condução, como ajuste automático para a área lombar, volante e assistente por voz com inteligência artificial e reconhecimento facial, como destaques do sistema de nível 2 de condução autônoma.

Atualmente, já existem 200 unidades rodando pela Cidade do México graças à parceria, e de acordo com a fabricante, o consumo energético do D1 é 80% menor que em um carro a combustão.

Com autonomia de 371 km , o veículo é equipado com baterias de 53 kWh e um motor elétrico de 130 cv de potência e 18,3 kgfm de torque e alcança 130 km/h de velocidade máxima.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários