De acordo com a Líder Drive, assinatura de veículo acaba saindo entre 25% e 35% mais em conta que a compra
Divulgação
De acordo com a Líder Drive, assinatura de veículo acaba saindo entre 25% e 35% mais em conta que a compra

Diante da crise econômica, pandemia, alta dos preços dos combustíveis e a falta de peças no setor automotivo o consumidor tem buscado novas oportunidades mais em conta e menos burocáticas de se ter um carro novo na garagem.


Estamos falando do carro por assinatura , que de acordo com a última pesquisa realizada pela Similarweb, a busca por esse serviço cresceu 56,5% no início de 2021 e que deve aquecer ainda mais o setor diante da instabilidade do cenário.

De acordo com a Associação Brasileira de Locadoras de Automóveis (Abla), em 2021, mais de 80 mil pessoas escolheram alugar um por assinatura, prática que representa 8% do mercado de locação de veículos.

“A principal explicação para essa adesão é a economia de 25% a 35% gerada pela assinatura de um veículo, na comparação com a compra de um carro zero-quilômetro", avalia Rodrigo Gontijo, head comercial da Líder Drive, empresa que atua no setor.

Renault Kwid elétrico é um dos modelos disponíveis por assinatura e sai a partir de R$ 4.149  mensais
Divulgação
Renault Kwid elétrico é um dos modelos disponíveis por assinatura e sai a partir de R$ 4.149 mensais

E pelo visto, essa é uma tendência que veio para ficar levando em conta a queda de 26% pela procura de um zero-quilômetro no ano de 2020 se comparado a 2019, segundo dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).

Todavia, muitos consumidores têm estabelecido outra relação com o carro sem envolver a compra através de empresas como DealerSites, startup que atua na digitalização do mercado automotivo.

Criada em 2015, a startup paranaense conta com mais de mil clientes em todo o país com focoem plataformas digitais 100% voltadas ao setor automotivo e atendimento personalizado de acordo com a necessidade de cada consumidor.

"A experiência do usuário já se tornou fator imprescindível dentro de lojas virtuais. Por isso, otimizar o site de uma empresa de assinatura de veículos significa mais chances de conversão de visitantes em assinantes", explica Marcos Pavesi, head comercial da DealerSites.

Empresas têm oferecido planos de assinatura com foco na valorização da experiência do cliente
Divulgação
Empresas têm oferecido planos de assinatura com foco na valorização da experiência do cliente

Com o mercado cada vez mais promissor, hoje, várias marcas e empresas de aluguel oferecem planos com foco na valorização da experiência e, recentemente, fábricas de automóveis como Fiat, Ford, Jeep, Mitsubishi, Toyota, VW e até a Audi também passaram a oferecer essa opção.

A Audi , por exemplo, conta com um programa de carros por assinatura denominado de 'Audi Luxury Signature' cujo pacote do contrato pode ser feito em 18 ou 24 meses com mensalidades que partem de R$ 8.285.

Entre os modelos da marca das quatro argolas estão o modelo 100% elétrico e-tron S Sportback além dos já conhecidos no pacote A4, Q7, e-tron e e-tron Sportback.

O Renault On Demand é outro exemplo de aluguel de carro por assinatura da marca francesa. O 100% elétrico Kwid E-tech , por exemplo, tem planos entre 12 e 48 meses , com franquia de 1.000, 2.000, ou 3.000 km mensais.

No caso de 12 meses e 1000 km de franquia, as mensalidades serão de R$ 4.149, sendo que no plano máximo de 48 meses e 3.000 km mensais, a economia pode chegar até R$ 22.687,40.

"Se anos atrás, o sonho de todo jovem era ter um carro, hoje a realidade é outra. Essa mudança no perfil do consumo é uma tendência e faz com que inovar não seja mais uma escolha”, conclui Pavesi.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários