Kia Niro é um dos grandes destaques no exterior. E deverá chegar ao Brasil a partir de setembro
Divulgação
Kia Niro é um dos grandes destaques no exterior. E deverá chegar ao Brasil a partir de setembro

Junto do lançamento do novo Kia Sportage, a marca coreana anuncia que vai trazer as novas gerações dos SUVs Niro e Sorento, ambas em versões híbridas. O próprio representante da empresa coreana no Brasil, José Luiz Gandini, afirma que a estratégia é manter o Brasil em pé de igualdade com os mercados dos outros países.

Tudo indica que o Niro chegará a partir de setembro, e o Sorento em 2023. Ambos chegarão em versões híbridas e com motor 1.6 a combustão, que somado ao elétrico , produzem entre 139 cv e 180 cv, dependendo da versão.

O Sorento vem com o mesmo conjunto do Niro, mas produz 230 cv e 35,7 kgfm de forma combinada. O câmbio é sempre automático de seis marchas e tração integral. Tão importante quanto os dois modelos acima é o Kia Cerato , que também foi citado pelo presidente da Kia do Brasil, Jóse Luiz Gandini.

O sedã deverá ganhar uma reestilização, junto da novidade confirmada para ele, que é a substituição de seu motor 2.0 aspirado por um equipado com turbocompressor. Só falta sabermos se será o motor 1.4 turbo (130 cv e 21,5 kgfm) ou 1.6 turbo (204 cv e 27 kgfm) , ambos existentes fora do Brasil. Certo mesmo é que chegará movido apenas a gasolina, num primeiro momento. Isso porque a versão bicombustível ainda está para se desevolvida.

Outro modelo que já está com o “passaporte carimbadoé o crossover elétrico EV6 , que se distingue pela quantidade de itens e tecnologias diferenciadas do restante da gama. Dependendo da configuração, pode entregar de 170 cv a 325 cv de potência e rodar até 500 km com uma única carga. A recarga rápida de até 80% é realizada em apenas 18 minutos.

O Kia EV6 vai chegar ao Brasil apenas entre o fim de 2023 e o início de 2024 não apenas por causa da alta demanda  em outros países, mas também devido à falta de componentes nas linhas de montagem, o que limita da produção. Aliás, durante o lançamento do novo Sportage em Araxá (MG), o presidente da Kia do Brasil, chegou a comentar que as fabricas da marca coreana têm sofrido com a falta, principalmente de alumínio, para fabricação de itens do seistema de transmissão.

De qualquer forma, mesmo com limitações na produção, a Kia já tem programada a chegada de novidades para o mercado brasileiro até o início de 2024, com foco na eletrificação, o que deixou os modelos movidos com motores flex um pouco de lado, pelo menos por enquanto.




    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários