Tamanho do texto

Picapes híbridas médias e pesadas chegam para revolucionar. Entretanto, ainda falta chão para estabelecerem seu sucesso no futuro

A tecnologia dos híbridos promete revolucionar a mobilidade no mundo todo
Divulgação
A tecnologia dos híbridos promete revolucionar a mobilidade no mundo todo

Muito se fala de carros híbridos, mas ainda há dúvidas se um segmento especificamente irá vingar. Em breve, as picapes híbridas também surgirão na realidade totalmente nova, com foco na economia de combustível fóssil. A questão é que os chamados “picapeiros” gostam mesmo de potência e de encarar terrenos longe da cidade grande.

LEIA MAIS: Os carros híbridos que fazem sucesso no mundo

Não por coincidência, os profissionais de marketing sempre usaram expressões como “força máxima", "serviço pesado", “reboque total” e "robustez” para incentivar as vendas das picapes médias e grandes. Claro que a aparência delas irá se manter, mas os motores serão muito diferentes, e por isso, no momento, as picapes híbridas trazem dúvidas.

Com modelos híbridos, o discurso será diferente: eficiência e tecnologia, cada vez mais, se tornam palavras da moda. Os fabricantes apostam em motores mais econômicos. A preocupação com o peso pode ser resolvida com uma mudança feita pela Ford na concepção da carroceria agora em alumínio. Os últimos lançamentos  também tiveram seu design mais aerodinâmico.

LEIA MAIS: Conheça picapes que poderiam se dar bem no mercado brasileiro

Hoje, o principal trabalho do setor automotivo é transformar esses veículos para o uso dos motores elétricos funcionando eficientemente na combinação com propulsores a diesel ou gasolina e sem perder espaço na carroceria para acomodar a bateria.

Curioso é que a ideia de uma picape híbrida não é totalmente novidade. A Toyota apresentou um conceito A-BAT em 2008 e a Ford desde 2011 já mostra interesse nessa tecnologia para carros maiores.

O conceito A-BAT da Toyota buscou antecipar em 2008  a tendência de picapes híbridas
Divulgação
O conceito A-BAT da Toyota buscou antecipar em 2008 a tendência de picapes híbridas


Agora, os fabricantes correm e fazem seus testes finais. E as picapes com a tecnologia híbrida começam a aparecer. Conheça o que vem por aí. 

Picapes famosas

A gigante F-250 Hybrid buscará conquistar um público voltado para uso no trabalho
Divulgação
A gigante F-250 Hybrid buscará conquistar um público voltado para uso no trabalho

A Ford anunciou que vai se dedicar basicamente à produção de veículos híbridos ou elétricos a partir de 2020. Em março, ela exibiu seus dois principais modelos de picapes na exposição NTEA - Work Truck Show, maior feira de veículos comerciais realizada em Indianápolis, nos Estados Unidos.

LEIA MAIS: Saiba 10 tecnologias que fazem um carro ser “inteligente”

Segundo a fabricante, a grandona F.250 SuperDuty Hybrid vai manter os recursos de reboque, transporte e tração 4x4.  Essa é uma tradicional picape da Série F usada nos serviços pesados como um veículo comercial. Na década de 1990, ela chegou a ser produzida no Brasil com sucesso. 

Já a F-150 usará o sistema híbrido plug-in que permite recarregar a bateria.  Picape mais vendida do mundo e a mais famosa da América do Norte, ela, em dois anos, passará por uma total renovação. A versão híbrida  deve ser única da linha e terá novo conjunto de motores elétricos e a combustão, bem como maior capacidade de carga e torque.

A picape F-150  híbrida plug-in está na fase de testes e é esperada para ver sua solução adotada
Divulgação
A picape F-150 híbrida plug-in está na fase de testes e é esperada para ver sua solução adotada

Estará disponível para versões de cabines comum, estendida e dupla. Virá com um amplo pacote de tecnologias que inclui assistência autônoma de frenagem, detecção de pedestre e outros recursos de segurança.

Da mesma forma que a Ford, outra norte-americana, a GM,  também anunciou que vai se dedicar praticamente aos veículos híbridos e elétricos na América do Norte. Na nova linha de picapes deve incluir um modelo plug-in híbrido, além de uma versão totalmente elétrica na popular Silverado entre 2020 e 2023. Ela dará o pontapé inicial até que todos os modelos de sua ampla gama de picapes se tornem híbridos.

A Silverado VTRUX: Versão elétrica personalizada, sob encomenda. Em 2020 começa a produção em série do modelo
Divulgação
A Silverado VTRUX: Versão elétrica personalizada, sob encomenda. Em 2020 começa a produção em série do modelo


Atualmente, a empresa especializada VIA Motors personaliza a  plataforma da picape Chevy com um modelo elétrico chamado Via VTRUX Silverado eREV, vendido a clientes de frotas pela rede de concessionárias da marca. O modelo oferece uma bateria de alcance variável estimado em cerca de  60 quilômetros para uso em áreas centrais das cidades.

A fabricante japonesa Honda vai oferecer a picape Ridgeline Hybrid no fim deste ano. O modelo é considerado um dos melhores na categoria de picapes leves na América do Norte. No momento, ele vem apenas com o motor 3.5 V6, mas  o novo “powertrain” híbrido deve atrair quem prefere modelos médios com melhor economia de combustível e menor emissões de CO2.

A Ridgeline tem chassi monobloco que permitirá usar o conjunto híbrido do Accord
Divulgação
A Ridgeline tem chassi monobloco que permitirá usar o conjunto híbrido do Accord

Aproveitando o chassi monobloco, a Ridgeline  vai utilizar o conjunto híbrido do sedã Accord, adaptado às características de uso de uma picape. Trata-se de um sistema que possui um motor a gasolina de 2.0 litros de 146 cavalos de potência. A parte elétrica consiste em dois motores com uma potência total de 181 cavalos e fornece a maior parte da força de tração. Com isso, a potência combinada gira em torno de 212 cavalos.

Por sua vez, a Chrysler pretende lançar a RAM 1500 híbrida plug-in, uma versão PEHV total. No momento, a picape conta com motores a gasolina integrados a um sistema semi-híbrido de 48 volts, formando por um gerador elétrico que contribui tanto para o desempenho quanto para a economia.

A RAM 1500 já conta com recursos semi-híbridos e no final do ano chegará a versão PHEV total
Divulgação
A RAM 1500 já conta com recursos semi-híbridos e no final do ano chegará a versão PHEV total


A Toyota está anunciando a híbrida Tacoma 4WD.  Ela confirmou que trabalha no lançamento dessa picape híbrida para  reforçar a presença da marca neste mercado especialmente entre a nova geração dos 'millennials'.

A Toyota Tacoma deve chegar ao mercado para atender a geração “millennials
Divulgação
A Toyota Tacoma deve chegar ao mercado para atender a geração “millennials"

O conceito da picape Lexus para 2019 também da uma ideia de como a marca japonesa está se preparando para lançar veículos dessa categoria de luxo com tecnologia híbrida. A Lexus é uma marca premium do grupo Toyota.

A picape Lexus chegará ao mercado como uma opção de luxo e tecnologia híbrida
Divulgação
A picape Lexus chegará ao mercado como uma opção de luxo e tecnologia híbrida




Veículos do futuro

A Atlas Tanoak, a nova picape da VW, terá muita tecnologia e fará sua estreia em 2019
Divulgação
A Atlas Tanoak, a nova picape da VW, terá muita tecnologia e fará sua estreia em 2019

Uma das maiores expectativas em termos de picapes é a Atlas Tanoak que a Volkswagen mostrou no Salão do Automóvel de Nova York. Apresentado como veículo-conceito, ele será baseado numa nova plataforma chamada MQB. A ideia é que seja uma picape de trabalho e lazer. A Tanoak deve entrar em produção no final de 2019, trazendo de origem uma versão híbrida e outra 100% elétrica.

Futurística, exagerada, mas muitos apostam que o Tesla terá uma aparência mais tradicional no lançamento em 2020
Divulgação
Futurística, exagerada, mas muitos apostam que o Tesla terá uma aparência mais tradicional no lançamento em 2020

A Tesla também terá uma picape elétrica, de acordo com Elon Musk, presidente da empresa americana. Segundo ele,  pode se esperar um veículo do porte da F-150. As suas baterias de lítio são integradas ao chassi de longarinas e, por enquanto, a aparência apresentada é bastante futurista.

A cara da maioria das picapes deve mudar pouco, mas para manter um público fiel, toda essa tecnologia ainda precisa provar que é capaz de ter boa velocidade e percorrer grandes distâncias. Se nos carros pequenos, os híbridos e elétricos vieram para ficar, quanto às picapes híbridas o caminho se mostra um pouco mais longo e cheio de obstáculos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.