Tamanho do texto

Meta da marca alemã é lançar 30 carros eletrificados, sendo 20 deles totalmente elétricos e 10 híbridos até 2025. Saiba mais detalhes

Audi TT RS cinza
Divulgação
Audi TT logo deixar´å de ser produzido para dar lugar a um novo esportivo, mas movido apenas a eletricidade

A Audi quer estar na vanguarda dos carros elétricos. A marca de luxo anunciou que está empenhada em tornar elétrica toda a linha de modelos e acaba de revelar que vai substituir  seu famoso cupê esportivo, Audi TT, por uma versão elétrica. Anunciou ainda que terá o luxuoso A8 com essa tecnologia.

LEIA MAIS: E-Tron, primeiro Audi elétrico fabricado em série na história da marca alemã

Trata-se de um amplo plano da marca, que pertence à Volkswagen, de transformar sua posição no mercado. Até 2025, a Audi planeja lançar mais de 30 carros eletrificados, sendo 20 deles totalmente elétricos e 10 híbridos, o que vai incluir o substituto do Audi TT

Em sua assembleia anual de acionistas, que ocorreu no final na última semana de maio, a empresa ressaltou a necessidade de um maior “foco” no futuro, o que significa que modelos exclusivamente com combustíveis fósseis podem ser retirados de linha. “Precisamos de um sucessor ao motor em combustão que se encaixa na nossa nova visão”, disse o CEO da Audi,  Bram Schot. 

A Audi já havia revelado no Salão de Genebra, na Suíça, em março último, seus novos modelos híbridos plug-in , chamados PHEVs, numa gama de quatro modelos - disponíveis para venda ainda este ano: o Audi Q5, o Audi A6, o Audi A7 Sportback e o Audi A8. 

Linha de híbridos da Audi
Divulgação
O Audi Q5, o Audi A6, o Audi A7 Sportback e o Audi A8 estarão disponíveis em novos modelos híbrido plug-in

Os novos híbridos plug-in devem ser assinados pela sigla TFSI pois o emblema e-Tron deve ser reservado para modelos totalmente elétricos. Os novos PHEVs receberão  motores a gasolina turboalimentados com injeção direta que funcionam em conjunto com um motor elétrico integrado à transmissão. Nessa geração híbrida, o A8 vai ter um sistema de tração nas quatro rodas.

LEIA MAIS: Audi revela nova linha de híbridos para o Salão de Genebra 2019

Atualmente, o Audi  e-Tron é o primeiro carro totalmente elétrico em produção regular. Tem seu lançamento no mercado brasileiro previsto para o segundo semestre e deverá custar R$ 500 mil. De acordo com a marca alemã, já foi iniciado uma programação de testes para homologação do veículo para a nossa legislação.

O objetivo é garantir que ele esteja pronto para as condições de temperatura e solo, além da compatibilidade com a infraestrutura de postos de recarga já existente no Brasil.

Audi e-tron azul
Divulgação
Itens do conjunto mecânico do Audi E-tron serão usados no sedã de luxo híbrido A8 PHEV, com motor turbinado

O e-Tron, primeiro carro totalmente elétrico da Audi, tem seu lançamento no mercado brasileiro previsto para o segundo semestre. Com vendas iniciadas na Europa no início de 2019, o Audi e-Tron é o prercursor da nova linha de elétricos da marca.

Conta com dois motores, um em cada eixo, gerando um total de 408 cv e 67,7 kgfm de torque. Acelera de 0 a 100 km/h em 5,7 segundos e tem velocidade máxima limitada a 200 km/h. Sua autonomia é de aproximadamente 400 km, recarregando 80% de sua carga em 30 minutos com um posto de recarga rápida.

LEIA MAIS: Audi mostra SUV elétrico capaz de rodar 400 km antes da recarga

Essa nova safra da Audi de novos carros elétricos (como o modelo que entrará no lugar do Audi TT ) e híbridos plug-in supera todas as expectativas e pode levá-la à liderança em tecnologia entre as marcas premium.