Honda
Divulgação
Carros elétricos : O Honda Urban EV tem um estilo retrô e foi projetado para uma condução eficiente em áreas centrais

A Honda pretende ter uma nova plataforma de carros elétricos em produção antes de 2025. O Urban EV será o primeiro da marca que está sendo fabricado para ser elétrico a partir do zero e chega este ano na Europa e depois em outros mercados.

LEIA MAIS: Mercedes visa nova era de carros de luxo ao lançar seu primeiro SUV elétrico

O Urban EV tem duas portas e um estilo um tanto retrô, mas, segundo a Honda, essa “nova arquitetura para carros elétricos foi projetada para obter uma condução suave e uma embalagem altamente eficiente”. No interior chama atenção o painel de grande amplitude e conectado.

Honda
Divulgação
O modelo tem um amplo painel e é marcado por vários equipamentos de conectividade

Correndo contra o tempo, a montadora também está planejando uma plataforma modular que permitirá acomodar baterias maiores, com maior alcance e em usada em veículos maiores para os segmentos de médio e grande portes.

Recentemente, a Honda revelou sua bateria de lítio de 35,5 kWh, juntamente com a distribuição de peso na proporção 50:50. A empresa diz que com ela o carro será capaz de carregar até 80% em 30 minutos e terá uma autonomia de 200 km.

LEIA MAIS: Scooteres e motos elétricas surgem como opções sustentáveis para serviço e lazer

Outra novidade será a capacidade do veículo de usar diferentes células de bateria de várias fornecedores. Isso permitirá à Honda fabricar os novos veículos elétricos em fábricas em todo o mundo, usando diferentes baterias.

Veículos híbridos

Honda
Divulgação
O Honda CR-V Hybrid deve chegar ao Brasil em 2020 custando cerca de R$ 230 mil

Para 2020, a Honda pretende lançar a próxima geração do Honda Jazz que usará o sistema híbrido de dois motores. Com um comprimento menor que 4 metros, o Jazz é chamado Fit no Brasil para o segmento dos compactos familiares.

O sistema híbrido i-MMD da Honda, que será usado no novo Jazz, terá capacidade limitada a 1.500 cc e deve ter acoplado a transmissão automática CVT com um motor elétrico integrado e a energia sendo alimentada somente às rodas dianteiras.

Atualmente, o único carro híbrido da Honda é o utilitário esportivo CR-V que tem nova geração. Sob o capô do CR-V Hybrid , há um motor elétrico de 184 cv e 32,1 kgfm associado a um 2.0 aspirado, a gasolina ,de 145 cv e 17,9 kgfm de torque.

LEIA MAIS: BMW acelera a eletrificação dos seus modelos com 25 novidades

São três modos de operação, selecionados automaticamente pelo carro: a combustão, EV (100% elétrico, com poucos quilômetros de autonomia) e híbrido. O consumo urbano no modo híbrido é de 16 km/l, enquanto na rodovia faz 12 km/l, conforme a fabricante.

painel do Honda CR-V híbrido
Divulgação
Painel do Honda CR-V híbrido que poderá chegar ao Brasil a partir do ano que vem

O novo CR-V é super bem equipado com itens como frenagem automática com detecção de pedestres, assistente de manutenção na faixas e piloto automático adaptativo. As rodas aro 18 também são de série, assim como o monitor de ponto cego, os faróis full-LED e o painel de instrumentos digital de 7”. Há também uma versão com tração nas quatro rodas.

Na Europa o preço começa em torno de € 32.900 (cerca de R$140.000). Deve chegar ao mercado brasileiro na faixa de R$ 230.000. Também está no radar da empresa o sedã Accord Hybrid, que usará a mesma estrutura de motores do CR-V.

LEIA MAIS: Ford vai lançar 50 SUVs elétricos e híbridos até 2022

Depois de reabrir a sua fábrica brasileira no interior de São Paulo, que passou três anos fechada, a Honda promete reagir contra a Toyota, seu grande rival, no universo dos carros elétricos . Mas, enquanto a Honda anuncia novidades futuras por aqui, a Toyota já vende mercado brasileiro o híbrido Prius e confirmou o lançamento no País no final do ano da nova geração do Corolla Hybrid com a configuração flex, além do RAV4 com essa tecnologia.

    Veja Também

      Mostrar mais