Corvette
Divulgação/GM Authority
O Corvette E-Ray pode estar entre os 12 carros elétricos prometidos pela GM até 2022

Com os supercarros ficando elétricos em um ritmo acelerado, a General Motors registrou uma marca para um veículo chamado ‘E-Ray’ , que pode ser o Corvette EV. A GM ainda não confirmou oficialmente se o modelo estará na lista de 12 novos veículos elétricos de todas as suas marcas até 2022.

Mas, o candidato presidencial democrata dos EUA, Joe Biden, fã do Corvette , está aguardando a novidade: "eles estão me dizendo que estão fazendo um Corvette elétrico que pode ir a 200 mph (320 km/h)”, afirmou.(Veja também abaixo).

Corvette
Divulgação
A Genovation, uma startup americana, apresentou um Corvette elétrico capaz de atingir 340 km/h

Por enquanto, a montadora americana, conhecida por lá como Chevy, não dá pista do modelo de série. Mas, a startup Genovation tem trabalhado em seu próprio Corvette elétrico. Recentemente , quebrou o recorde de velocidade máxima elétrica ao atingir 340,85 km/h, num veículo que seria uma espécie de bancada de teste.

Enquanto a GM leva seu tempo para lançar uma versão elétrica do Corvette, a Ford investe suas fichas no Ford Mustang Mach-E GT. Será o mais poderoso na linha do novo Mustang eletrificado. Ele produzirá 459 cavalos de potência e, de acordo com a Ford, será capaz de atingir um tempo de zero a 100 km/h na faixa de três segundos.

Ford
Divulgação
O Mustang Mach-E GT é o mais poderoso dessa linha de veículos elétricos da Ford

O modelo Mustang Mach-E GT apresenta uma grade dianteira metálica de aparência agressiva - ostentando o emblema do Mustang - e tem rodas de 20 polegadas com pinças de freio vermelhas e um emblema GT na parte traseira. A Ford já abriu as reservas de venda do veículo em duas opções de cores externas: Cyber Orange Metallic e Dark Matter Grey.

Biden vs Trump vs EV

Joe Biden
Divulgação
O candidato presidencial Joe Biden, na foto com seu Corvette 1967, é um defensor dos veículos EV nos Estados Unidos

Joe Biden mencionou o Corvette elétrico como parte de um argumento maior de que os carros elétricos poderiam revitalizar a indústria automobilística dos Estados Unidos.

Essa não é uma opinião compartilhada pelo atual presidente, Donald Trump, que já criticou o plano da GM, dizendo que os EVs "não iriam funcionar nos EUA”. Trump tentou sem êxito acabar com o crédito fiscal de veículos elétricos no valor até US$ 7.500 de volta nos impostos federais aos consumidores.

Voltando aos supercarros, resta saber se os puristas desses modelos ficarão satisfeitos com um esportivo EV, como o novo Corvette ? Em geral eles gostam de carros clássicos com transmissão manual e a escolha de um carro elétrico tecnicamente teria que recair para o câmbio automático, sem nenhuma marcha.

    Veja Também

      Mostrar mais