A nova Honda CBR 1000RR-R Fireblade SP tem potência de 216,2 cv.
Divulgação
A nova Honda CBR 1000RR-R Fireblade SP tem potência de 216,2 cv.

Quanto mais “R” uma motocicleta tem em seu nome, mais “racing” ela deve ser. E a nova Honda Fireblade , versão 2022, tem simplesmente quatro “R” em seu nome oficial. Esta nova superesportiva, que mudou tudo desde a geração anterior, estará disponível no Brasil, importada do Japão, apenas na versão SP.

A Honda CBR 1000RR-R Fireblade SP , na verdade, já tem dois anos desde que foi lançada no exterior, como versão 2020. A última CBR 1000RR Fireblade SP que eu experimentei, no circuito Velo Cittá e ainda sem o quarto “R” no nome, foi em 2018 (veja aqui). Infelizmente, pelo menos para mim, a nova Fireblade teve apenas uma apresentação estática, uma vez que a pré-venda será iniciada a partir da próxima segunda-feira (13/09), com previsão de início de entrega das unidades vendidas em outubro.

Você viu?

Os números da nova Fireblade , no entanto, mostram que ela está ainda mais potente. Dos 191,7 cv da versão anterior, esta chega aos 216,2 cv a 14.500 rpm , um acréscimo de 24,5 cv , com torque máximo de 11,5 kgfm a 12.500 rpm. Tudo isso para um peso a seco de 189 kg ( 201 kg em ordem de marcha). O motor, diretamente derivado do RC 213V-S do MotoGP, teve seu curso de pistões reduzido, para atingir maiores rotações (diâmetro e curso passaram de 76,0 x 55,1 mm para 81,0 x 48,5 mm ), e conta com o auxílio de um duto ram-air, desde a parte frontal da carenagem, para insuflar mais ar na admissão, para dentro do motor quando em alta velocidade. Seria uma espécie de compressor aerodinâmico. Para o escape, um novo sistema de titânio foi projetado em parceria com a Akrapovic.

Além do motor, mudaram o chassi, as suspensões, os freios, as rodas e os pneus. E também as carenagens, que contam agora com um sistema de dutos internos aerodinâmicos, que aumentam o downforce (pressão que a motocicleta exerce no solo). Dá para notar que o estudo aerodinâmico foi a principal preocupação na nova motocicleta, pois o ar em movimento aumenta a potência do moto, aumenta a aderência no solo e ajuda na refrigeração.

Outra novidade na Honda CBR 1000RR-R Fireblade SP 2022 é o painel de instrumentos, agora uma tela colorida de TFT de 5 polegadas personalizável que reúne todas as funções eletrônicas que controlam a motocicleta. Ela tem três “riding modes” e controle de tração de nove níveis, mais controle anti-patinamento, launch-control e quick-shift. A presença da eletrônica na Fireblade é forte, já que ela tem, mesmo sendo uma esportiva radical, sistema Smart Key, com sensor eletrônico de presença para destravar o guidão e ligar a ignição.

A Honda CBR 1000RR-R Fireblade SP 2022 estará disponível em duas opções de cores, a tricolor, que mistura branco, azul e vermelho, e a inteiramente preta. O preço? R$ 159.000 , com garantia de três anos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários