Essa é uma Suzuki GT 750 dos anos 70, três cilindros dois tempos e refrigerada a água
Gabriel Marazzi
Essa é uma Suzuki GT 750 dos anos 70, três cilindros dois tempos e refrigerada a água

Uma vez por ano, a cidade paulista de Santos, no litoral sul do estado, reúne motocicletas e motociclistas, abordando um tema que já faz parte do cotidiano de muita gente: veículos antigos.

O V alongo Moto Classic já é uma tradição entre os adeptos do “antigomotociclismo” (ôpa, uma expressão um tanto nova), já que, diferentemente do antigomobilismo (essa expressão é bem antiga), as nossas queridas motocicletas antigas não contam com tantos eventos assim.

Em sua nona edição, o Valongo Moto Classic começou em 2012, por iniciativa de um colecionador de Santos, Marcos Pasini, e só não aconteceu no ano passado, devido às restrições impostas pela pandemia. Neste ano de 2021, as motocicletas clássicas voltaram a se encontrar na antiga estação de trem do Valongo, no Largo Marquês de Monte Alegre, Centro Histórico de
Santos.

As motocicletas antigas , que são expostas no alpendre, que é a parte coberta da estação, são a principal atração do evento, mas as centenas de motocicletas que estacionam nas imediações também formam uma exposição muito interessante. É que muitos motociclistas escolhem motocicletas raras e diferentes para viajar até a cidade balneárea.

A jóia do dia: Lambretta Modelo A de 1947, a primeira da marca
Gabriel Marazzi
A jóia do dia: Lambretta Modelo A de 1947, a primeira da marca

Além das motocicletas, os visitantes do IX Valongo Moto Classic puderam aproveitar outras atrações do local, como o passeio no antigo bonde, que se “espreme” entre as motocicletas para pasar pela estação, e circula por muitos pontos turístico do Centro Histórico da cidade.

Leia Também

Havia, ainda, no local, o Museu Pelé, o artesanato da Feira Feito e o Santuário de Santo Antônio, cujos freis passaram a manhã abençoando as motocicletas presentes.

As motocicletas estacionadas formaram uma exposição à parte
Gabriel Marazzi
As motocicletas estacionadas formaram uma exposição à parte

Para os maníacos por motos antigas, havia algumas bem interessantes, como uma belíssima Lambretta Modelo A com side-car logo na entrada, um espécime muito especial por ser o primeiro modelo fabricado por Ferdinando Innocenti, em 1947, na Itália.

Em um dos cantos, os apreciadores da Africa Twin original, a Honda XRV 750T, estacionaram suas motocicletas ainda dos anos 90, já clássicas, e formaram uma exposição à parte. No alpendre, Suzuki GT 750 , Honda CB 750 Four , Kawasaki Z1 e Yamaha RD 350 , todas anos 70.

A manhã passou rapidamente até que a maioria dos visitantes, e até os  expositores , começou a sair, para retornar para suas casa e suas cidades. Agora só resta esperar para o próximo ano.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários