Tamanho do texto

Ficou ainda mais fácil pilotar a Honda Pop 110i com o novo freio CBS. Saiba como se comporta a motocicleta simples, que parte de R$ 5.790

Na pista de testes, a Honda Pop 110i também mostrou a vantagem dos freios CBS no uso cotodiano
Guilherme Marazzi
Na pista de testes, a Honda Pop 110i também mostrou a vantagem dos freios CBS no uso cotodiano

Não há muito o que se dizer da Honda Pop 110i que não se possa perceber apenas a analisando visualmente. Desde que passou a fazer parte da família Honda, em 2006, a pequena valente sofreu, sim, um pouco de preconceito, mas superou o problema resolvendo o problema de transporte individual – e de grupos – lá nas regiões Norte e Nordeste do País.

LEIA MAIS: Serpenteando por aí com a Honda Pop 110i. Confira mais detalhes

Poucas, ou quase nenhuma motcocleta como a Honda Pop 110i, eram vistas nos grandes centros do Sul e Sudeste. Mas isso começou a mudar. A simplicidade é sua maior virtude e, ao mesmo tempo, é também o que a deixa em desvantagem em relação aos scooteres, no que diz respeito à praticidade.

Seria a Pop simples demais? Não, esse é o seu trunfo, e está no preço, então, o argumento definitivo para que ela conquiste novos mercados e novos admiradores. O motorzinho de 109,1 cm 3 de cilindrada e 7,9 cv de potência apenas parece pequeno e fraco, mas é capaz de levar ladeira acima dois marmanjos de 90 kg cada um com surpreendente facilidade.

LEIA MAIS:  O que muda no scooter Honda SH 300i Sport para 2019

O câmbio de apenas quatro marchas e com posições invertidas em relação aos convencionais pode confundir um pouco o piloto desacostumado, mas isso passa logo. E a embreagem manual no manete esquerdo passa a ser um trunfo para conferir ainda mais agilidade à motocicleta. Agilidade, mas não praticidade.

A Honda Pop 110i 2019 ganhou agilidade e segurança na cidade com o freio CBS, principal mudança da pequena moto
Guilherme Marazzi
A Honda Pop 110i 2019 ganhou agilidade e segurança na cidade com o freio CBS, principal mudança da pequena moto

A partida é a pedal. Imagine-se tendo que religar o motor que apagou sem querer na saída de um semáforo, na frente de um Scania. E o pior: o câmbio tem que estar em neutro e a embreagem liberada, caso contrário a roda traseira gira e o motor não. Mas isso não é nada.

A chave de ignição é simples e não trava o guidão. A trava do guidão fica na lateral da mesa inferior da suspensão. Bem pouco prático. O freio dianteiro é a tambor, de forma que não se pode utilizar as práticas travas de freio para impedir que alheios a levem. O banco é enorme, dificultando a instalação de um bagageiro ou um baú.

LEIA MAIS: Os prós e os contras do novo scooter Honda Elite 125

E não há espaço embaixo do banco para um capacete ou pequenos volumes. Nesse ponto, o banco que abre com a chave, para acesso ao depósito de combustível, é uma conveniência, pois, com um pouco de boa vontade, podemos esconder pequenos objetos embaixo dele. Mas não custava nada ter um ou dois ganchos embaixo do banco para prender um ou dois capacetes, né?

Como anda a Honda Pop 110i da linha 2019

O peso de apenas 87 kg da Honda Pop 110i a torna leve e ágil entre suas principais características
Guilherme Marazzi
O peso de apenas 87 kg da Honda Pop 110i a torna leve e ágil entre suas principais características

No meio do trânsito pesado, a Honda Pop 110i é leve e ágil ao extremo. Passa em qualquer lugar. Nesse zig-zag diário, o novo sistema CBS dos freios vem muito a calhar. Basta acionar o pedal direito para que a frenagem usual seja perfeita, uma vez que ele aciona também, e em menor intensidade, o tambor dianteiro. Mas não se engane: para uma frenagem mais forte, ou mesmo de emergência, é fundamental que o freio dianteiro, acionado pelo manete direito, seja utilizado com vontade.

O sistema CBS dos freios é a maior novidade da Honda Pop 110i para 2019. Para mostrar sua vantagem em relação ao freio convencional anterior, fomos pilotar a Pop 110i lá na pista oficial da Honda em Manaus, AM. Debaixo de chuva, os pontos positivos do CBS foram destacados, no teste prático feito pelos pilotos da fábrica. Em qualquer velocidade, acionando apenas o pedal do freio, a nova Pop CBS parou na metade da distância utilizada pela Pop sem o CBS, já que nesse caso o freio dianteiro também entra em funcionamento, mesmo que em menor intensidade.

LEIA MAIS: Honda Biz 125:  modelo é prático e com preço que cabe no bolso

A missão do CBS não é reduzir a distância mínima de frenagem, nem evitar o travamento da roda – apenas o ABS permite isso –, mas sim facilitar o acionamento normal do freio, já que é sabido que muitos usuários de motocicletas não gostam de usar o freio dianteiro, ou por medo de travamento ou mesmo por “preguiça”.

A Honda Pop 110i 2019 está disponível em três cores, a branca, a vermelha e a preta, sendo que no primeiro caso, o banco é vermelho. A Honda Pop 110i custa R$ 5.790, tem garantia de três anos e vem com sete trocas de óleo gratuitas.