A Toyota lançou neste mês o Yaris, nas configurações hatch e sedã, com preços iniciais de R$ 59.590 e R$ 63.990, respectivamente. Aposta do fabricante para disputar o mercado de compactos premium do Brasil, a novidade foi posicionada entre o Etios e o Corolla, modelos que têm motivos para sentir inveja do “irmão” Toyota Yaris,  recém-chegado ao país.

LEIA MAIS: Toyota Yaris 1.3 CVT: (quase) tudo que o Corolla tem de bom

Para destacar as qualidades do Toyota Yaris frente aos parentes, escolhi a versão hatch topo de linha, XLS, tabelada em R$ 77.590, para avaliar durante o evento de lançamento. Sob o capô, o carro traz o mesmo motor 1.5 flex do Etios, mas recalibrado para render 110 cv e 14,9 kgfm, ante os 107 cv e 14,7 kgm do hatch com o qual divide plataforma.

O câmbio automático, no entanto, não seguiu o parentesco do Etios. Em vez da caixa de quatro velocidades, o Yaris adotou a transmissão CVT do Corolla, mantendo inclusive as sete marchas virtuais, que na configuração mais cara podem ser selecionadas pela manopla ou por aletas atrás do volante multifuncional.

Você viu?

LEIA MAIS: Jeep Renegade Custom Diesel: um SUV compacto sem frescuras

Mas não é só o câmbio que o Yaris tem de melhor em relação ao Etios. No vídeo, mostro os detalhes do design da carroceria, bem mais atraente, e também da cabine, com melhor nível de acabamento e desenho, em que pese, na minha opinião, ser bastante parecida com a do Honda City, um de seus principais concorrentes no segmento de sedãs compactos premium. Com o carro em ação, aponto as vantagens do lançamento em termos de conforto – o silêncio a bordo da cabine impressiona.

Em relação ao Corolla, o Yaris se sobressai por oferecer alguns recursos não encontrados no sedã médio, como teto solar. O novo Toyota traz ainda uma central multimídia mais moderna, rápida, intuitiva e com possibilidade de espelhamento de alguns aplicativos, como o Waze para iPhone.

Bem equipado

Toyota Yaris: novo compacto mostra qualidades para enfrentar os principais rivais, VW Virtus e Fiat Cronos
Leandro Alvares/iG Carros
Toyota Yaris: novo compacto mostra qualidades para enfrentar os principais rivais, VW Virtus e Fiat Cronos

Sobre os equipamentos de série, vale mencionar também que o Yaris traz faróis de neblina, retrovisor fotocromático, vidros elétricos com a função um toque e acendimento automático dos faróis em todas as versões, algo que não ocorre com o Corolla. Todos esses recursos são indisponíveis para a configuração de entrada do sedã, GLi, tabelada em R$ 89.990.

Mas nem tudo é perfeito no Yaris. Neste vídeo, falo sobre os detalhes que poderiam ser melhorados no lançamento, como a oferta de rodas de liga leve maiores – toda a linha conta com aro 15 – e do banco bipartido, disponível só a partir da versão XL Plus Tech.

LEIA MAIS: Camaro e Mustang travam briga acirrada. Confira o comparativo

A ausência de ajuste de profundidade da coluna de direção do Toyota Yaris é outro aspecto negativo da novidade, sem falar de um outro detalhe relacionado ao volante que desagradou bastante. Mas este eu deixo como suspense para você conferir no vídeo. Vale a pena ficar atento também às observações sobre o espaço interno. Quer um spoiler? Adultos com mais de 1,80 metro vão sofrer com a área livre para a cabeça.

Escreva para a coluna De Carona com Leandro no You Tube ou no  Instagram

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários