Tamanho do texto

Veja neste vídeo como anda e os detalhes do SUV esportivo equipado com motor V6 biturbo de 335 cv

Primeiro SUV do mundo com a tradicional sigla ST e também primeiro ST à venda oficialmente no Brasil, o Ford Edge ST é oferecido nas lojas da marca pelo preço sugerido de R$ 299.000. São quase R$ 17 mil a menos do que o cobrado pelo Mustang e, acredite, esse não é o único motivo que faz do utilitário uma melhor compra em relação ao muscle car, como mostrarei no vídeo.

LEIA MAIS: O Volkswagen T-Cross é o melhor SUV compacto do Brasil?

Rival de modelos como Audi Q5, BMW X3, Porsche Macan, Mercedes GLC e Jaguar F-Pace, o Ford Edge ST é um SUV com pitada esportiva que une um forte conjunto mecânico a uma lista de equipamentos extremamente recheada. Debaixo do capô, ele traz um V6 2.7 biturbo com injeção direta de gasolina, 335 cv e consideráveis 54,4 kgfm a 3.000 rpm. Comparado ao Mustang , que dispõe de um V8, são 2,3 kgfm a menos de força. O câmbio é automático de oito marchas e a tração, integral sob demanda.

LEIA MAIS: Jeep Wrangler; aceleramos a nova geração do ícone americano

Antes de destacar os itens de série, vale mencionar os números de desempenho do Edge ST: zero a 100 km/h em 6,2 segundos e velocidade máxima limitada em 209 km/h. Nada mau para um SUV que pesa mais de duas toneladas; 2.116 kg para ser mais específico. Todo esse arrojo vem acompanhado de um saboroso ronco do propulsor de seis canecos, que está longe de empolgar como o V8 do Mustang, mas adiciona um tempero atrativo ao utilitário-esportivo.

Para cativar consumidores dos rivais de marca premium, o Ford ataca com bancos com sistema de aquecimento e também de refrigeração para os dianteiros (que ainda contam com ajustes elétricos), sistema de som B&O com 12 alto-falantes, DVD nos encostos de cabeça, carregador de celular sem fio, abertura das portas por código e chave presencial, ajuste elétrico da coluna de direção, partida remota do motor, porta-malas com abertura automática sem o uso das mãos, câmera frontal 180º, airbag de joelho para motorista e passageiro, teto solar panorâmico, faróis full led, start-stop e central multimídia com tela sensível ao toque e espelhamento de celulares. Há ainda os recursos de condução semiautônoma: Park Assist, piloto automático adaptativo com Stop&Go e Traffic Jam, sistema de permanência em faixa e alerta de colisão com assistente autônomo de frenagem.

Ford Edge ST é o SUV do Mustang?

Ford Edge ST
Divulgação
O Ford Edge ST foi uma das atrações do Salão do Automóvel do ano passado, ao lado do novo SUV Territory

No visual, o Edge ST traz detalhes exclusivos alusivos à sua divisão esportiva, como como grade dianteira tipo colmeia preta que separa os faróis e lanternas de led, rodas de 21 polegadas pretas com pneus 265/40 e saias laterais. As lanternas traseiras, também de led, são ligadas por uma faixa preta. O escapamento tem saídas duplas e molduras cromadas.

LEIA MAIS: Por que o Sentra não vende como o Corolla? Assista ao vídeo e entenda

Em ação, o Ford Edge ST satisfaz não só com o desempenho de respeito (que fica mais aguçado quando se aperta o modo S, esportivo, no centro do seletor do câmbio), mas também com elevada dose de conforto e espaço. Com 2,85 metros de entre-eixos, sua cabine acomoda com tranquilidade até cinco adultos altos e o amplo porta-malas tem capacidade de 602 litros. Por que comprar ele em vez do Mustang? Aperte o play e descubra.

Escreva para a coluna De Carona com Leandro no Youtube ou no Instagram .