Tamanho do texto

Saiba quais são os tipos de fluidos de direção hidráulica e entenda qual é o melhor na hora da escolha

Comprei um Del Rey (igualzinho ao que o meu pai teve quando eu era criança) e, aos poucos, estou colocando as manutenções deste veículo em dia. Completo, inclusive com direção hidráulica. Será que eu devo trocar o fluido de direção hidráulica, talvez por um sintético? Acho que o veículo está ruidoso, parece aquele ruído que acompanha o do motor, bem característico de direção hidráulica.

LEIA MAIS: Gasolina no Carro Antigo: Comum ou Aditivada? Quanto Dura?

O que Fazer?

Fluido de direção hidráulica pode ser do tipo Dexron ou Pentosin. Vale escolher o certo para evitar problemas no dia a dia
Divulgação
Fluido de direção hidráulica pode ser do tipo Dexron ou Pentosin. Vale escolher o certo para evitar problemas no dia a dia

Nesse caso é bem provável que sim, deve-se fazer a troca do fluido de direção hidráulica. Trata-se de um item que não costuma dar manutenção quando o carro é novo, sendo necessário em algumas vezes, no máximo, completar o nível no reservatório.

Porém, durante a vida do veículo, os componentes do sistema hidráulico sofrem deterioração. Com isso, ocorre o desprendimento de partículas de borracha (provenientes das mangueiras), plástico (provenientes de rebarbas internas do reservatório) e até mesmo de metal (rebarbas de alumínio e aço provenientes da bomba de direção hidráulica) que vão contaminando o fluido.
Com o tempo, essas partículas vão deteriorando mecanicamente a bomba hidráulica e o mecanismo de direção, o que torna o sistema de direção hidráulica mais ruidoso ao longo da vida do veículo.

LEIA MAIS: Limpeza do carburador do carro antigo pode evitar até princípio de incêndio

Soma-se a isso que, provavelmente, em alguma manutenção anterior do sistema de direção hidráulica, o processo de desaeração no abastecimento de fluido hidráulico não foi feito corretamente. Quando isso acontece, bolhas de ar circulam dentro do fluido. Quando chegam na bomba, são submetidas a alta pressão nas pás, desprendendo material da superfície do rotor.

Nesse caso, é bem provável que a bomba de direção hidráulica tenha que ser trocada, o que de qualquer forma obrigará a troca do fluido hidráulico. Recomenda-se utilizar fluido hidráulico novo e da mesma especificação do liberado pela montadora de seu veículo, atentando-se em fazer o abastecimento do fluido hidráulico com a desaeração completa do sistema, evitando a ocorrência de bolhas de ar circulando no sistema de direção hidráulica.

Assista ao vídeo acima e saiba mais sobre as recomendações do especialista, Engenheiro Mecânico e Professor de Sistemas de Direção da Escola de Restauração de Veículos Antigos, Marcio Zoppi.

LEIA MAIS: Solda MIG na Restauração de Veículos Antigos. Qual Equipamento Comprar?

Cursos Relacionados:
Curso de Restauração de Veículos Antigos:
http://www.escoladerestauracao.com.br/cursosderestauracao.asp
Mecânica na Restauração de Veículos Antigos:
http://www.escoladerestauracao.com.br/cursosderestauracao.asp

Marcio Zoppi, professor da Escola de Restauração de Veículos Antigos
Divulgação
Marcio Zoppi, professor da Escola de Restauração de Veículos Antigos

Márcio Zoppi é entusiasta da história do automóvel brasileiro e professor de sistemas de
direção na Escola de Restauração de Veículos Antigos. Graduado e mestrado em engenharia
mecânica automotiva. Atua há mais de 15 anos em desenvolvimento de sistemas de direção
para automóveis de passeio e veículos comerciais leves, sendo que 2 anos na Alemanha em uma fabricante mundial de veículos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.