Ford Maverick customizado tem escape dimensionado e detalhes que o deixaram com visual interessante
Renato Bellote
Ford Maverick customizado tem escape dimensionado e detalhes que o deixaram com visual interessante

Início da década de 70. O mercado brasileiro fervilhava com algumas opções interessantes. Na época tínhamos o Dodge Dart e o Opala, trunfo da Chevrolet que foi muito bem aceito pelos consumidores. O primeiro foi lançado em 1969 e o segundo dois anos antes.

A Ford precisava de um modelo que conseguisse enfrentar os adversários de uma maneira atual e também bem acertada em termos de mecânica. Dessa forma após algumas clínicas com clientes a marca decidiu trazer o Maverick , modelo que havia sido lançado nos Estados Unidos no final da década de 60.

Dessa forma o ano de 1973 marca a chegada do modelo com versões que buscavam agradar todo o público, do mais simples ao esportivo. Apesar de todas serem espartanas em termos de acabamento e itens de série o carro também oferecia uma opção com quatro portas e uma ligeira diferença de entre-eixos.

A história e os números de venda mostram que o Maverick não foi um grande sucesso no Brasil. Porém com passar dos anos o modelo se tornou cult , sendo valorizado por seu estilo e também por conta do motor V8 de 302 polegadas cúbicas, muito bem acertado para a proposta de pony car.

O exemplar da matéria dessa semana é de 1979, ano do meu nascimento e também da despedida do modelo no mercado. Partindo de um carro que precisava ser restaurado o projeto deixou um toque agressivo e, ao mesmo tempo, dentro de um conceito de customização de época , com destaque para as rodas de 15 polegadas e a cor cinza da carroceria, da linha Ford de 1987.

Debaixo do capô também temos preparação. O V8 recebeu coletor de admissão e também um carburador de corpo quádruplo mais apimentado. Tudo isso garante acelerações rápidas e um som que a gente gosta de ouvir e que vocês podem conferir no vídeo.

Guiar um Ford Maverick V8 é sempre uma experiência muito interessante. Aquele som borbulhante invadi os ouvidos e transforma qualquer passeio em algo divertido. Mesmo em modelos mais silenciosos, que já mostramos aqui, a sensação é extremamente prazerosa. Nos falamos na próxima semana.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários