Lincoln Continental Mark V: raro exemplar de 1979 teve apenas 2.262 unidades fabricadas nos EUA, na mesma configuração
Renato Bellote/iG
Lincoln Continental Mark V: raro exemplar de 1979 teve apenas 2.262 unidades fabricadas nos EUA, na mesma configuração

Começamos mais um ano. Uma nova jornada com 365 dias para serem vividos, descobertos e também que trarão, esperamos, muito mais alegria do que tristeza. Aqui na coluna é uma grande satisfação e uma oportunidade de seguir contando histórias de alguns dos veículos mais fantástico já produzidos.

E começamos 2022 em grande estilo. Quando se fala em carros luxuosos nos Estados Unidos pensamos inicialmente em Cadillac . Sem dúvida nenhuma esta divisão da GM conseguiu se estabelecer como uma referência e sonho de consumo de várias gerações.

Porém a Ford, sua arqui-rival, também está nessa briga há muitas décadas e tem a sua própria divisão de luxo: a Lincoln . E é sobre um dos seus maiores expoentes que eu vou falar hoje a bordo do Continental Mark V da série especial Givenchy .

Foram apenas 2.262 exemplares lançados em 1979. O Mark V havia chegado ao mercado dois anos antes. Ele também se tornou um divisor de águas para a marca, já que foi o último dos grandes carros de sua época e também da divisão de luxo . A década de 80 veria modelos menores e menos extravagantes.

Leia Também

Leia Também

São mais de 6 metros de comprimento por 2 metros de largura, o que faz o nosso Ford Galaxie ficar mais comedido. Mas para o padrão das ruas de lá isso é completamente aceitável. Um dos destaques fica por conta do acabamento em azul, com bancos que mais parecem poltronas. E madeira em todo o painel, além dos comandos elétricos para qualquer tipo de necessidade.

O ano de 1979 marcou a segunda crise mundial do petróleo. Dessa forma debaixo do capô temos o motor V8 de 6,6 litros, 400 polegadas cúbicas e "apenas" 179 cv. Isso porque haviam restrições ao consumo e também baixa compressão. Dessa forma o clássico big block teve sua potência drasticamente reduzida.

Mas a melhor parte da história é guiar este verdadeiro transatlântico pelo asfalto da Lincoln . A maciez impressiona e o câmbio automático, de três marchas dá conta do recado sem maiores problemas. Começando o ano dessa forma confortável quero desejar a todos um excelente 2022. Vamos acelerando junto comigo em mais esta jornada.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários