Na comparação com outros países, o Brasil caminha devagar na eminente trilha da eletrificação. Algumas regiões, como Reino Unido e Japão, já anunciaram que irão interromper as vendas de carros a combustão a partir de 2030. Hoje, estes países trabalham na capacitação para que isso seja possível no futuro.

Apesar do ritmo não ser o ideal e do preço elevado de carros híbridos e elétricos no Brasil , as fabricantes continuam apostando pesado na categoria. Partindo disso, a reportagem do iG Carros enumera 5 modelos híbridos ou elétricos que prometem chacoalhar o mercado nacional em 2021.

1 - Peugeot e-208 GT

e-208
Divulgação
Peugeot e-208 GT: linhas arrojadas marcam o modelo que dificilmente ficará abaixo de R$ 150 mil

A linha do Peugeot 208 ainda não está completa no Brasil. Em 2021, a marca trará o e-208 GT, modelo 100% elétrico que virá para concorrer com Nissan Leaf, Renault Zoe e JAC iEV20.

O modelo urbano terá autonomia para percorrer até 340 km com apenas uma carga. O conjunto de baterias de íon de lítio tem capacidade para 50 kWh, e proporciona a entrega de 136 cv e 26,5 kgfm de torque. Pisando fundo, a aceleração até 100 km/h leva em torno de 8 segundos.

O e-208 GT será o primeiro de uma série de novos veículos com base na plataforma e-CMP. Agora que o Grupo Peugeot-Citroën se fundiu com a Fiat-Chrysler Automobiles, há chance da base do modelo francês aparecer nos veículos de Fiat e Jeep.

2 - Volkswagen ID.4

VW ID.4
Divulgação
VW ID.4 será o modelo mais caro da marca alemã no Brasil; valor pode passar de R$ 400 mil

A Volkswagen anunciou um plano ousado. A fabricante promete 5 modelos eletrificados, entre híbridos e elétricos, no mercado brasileiro até meados de 2023. Apesar de não especificar quais veículos serão importados, os novos Golf GTE, Tiguan eHybrid e o SUV ID.4 têm grandes chances de chegar às lojas.

O utilitário esportivo ID.4 100% elétrico tem bateria capaz de armazenar até 77 kWh de energia, proporcionando autonomia máxima de 520 km. O motor elétrico posicionado no eixo traseiro gera força equivalente a 204 cv de potência. Dessa forma, o ID.4 poderá acelerar de 0 a 100 km/h em 8,5 segundos, com velocidade máxima de 160 km/h.

A fabricante também divulgou que o proprietário do ID.4 poderá recarregar até 320 km de autonomia em uma unidade rápida em até 30 minutos. No carregador convencional, o ID.4 pode retomar 85 km na autonomia em cerca de uma hora.

3 - Audi RS e-tron GT

Audi RS e-tron GT
Divulgação
Audi RS e-tron GT: o anti-Tesla alemão aposta em estilo arrojado e desempenho de carro de corrida

Em 2021, a Audi irá aproveitar a grande procura pelos esportivos da linha RS e o interesse nos modelos da família elétrica e-tron para unir o útil ao agradável. A fabricante confirmou a chegada do RS e-tron GT , esportivo sustentável que pode passar de 640 cv de potência.

Com força de sobra, o modelo que virá ao Brasil em 2021 conta com 84,6 kgfm de torque, o suficiente para acelerar de 0 a 100 km/h em meros 3,5 segundos, conforme a fabricante.

Altamente sofisticado, o Audi RS e-tron tem quatro sistema de refrigeração diferentes para baterias, motor, unidades de controle e para o interior do carro. Um dos módulos de comando distribui a tração entre os eixos conforme as condições de aderência, priorizando as rodas traseiras em velocidades constantes.

4 - Toyota Corolla Cross

Toyota Corolla Cross
Divulgação
Toyota Corolla Cross: novo rival do Jeep Compass será o primeiro SUV híbrido nacional

A Toyota está preparando uma grande investida contra o Jeep Compass. Com produção nacional, o Corolla Cross estará nas concessionárias ainda no primeiro trimestre de 2020, conforme apurado pelo Motor1, contando com versões híbridas.

Seu conjunto mecânico será herdado do sedã. Ou seja, podemos esperar pelo motor 1.8 híbrido flex que desenvolve 101 cv de potência e 16,6 kgfm de torque, com câmbio CVT capaz de simular dez velocidades.

Bem equipado, o modelo terá sistema de frenagem automática, alerta de desvio de faixa, controle automático de farol alto e o controlador automático de velocidade de cruzeiro adaptativo, itens que marcam presença nas versões mais caras do sedã.

5 - Jeep Renegade 4xe

Jeep Renegade 4xe
Divulgação
Jeep Renegade 4xe: modelo híbrido terá força suficiente para atingir 100 km/h em 7 segundos

Em uma coletiva virtual realizada em outubro, a Jeep comunicou que tem dois grandes planos para o Brasil em 2021. A marca garantiu que terá um novo SUV nacional de sete lugares entre o Compass e o Cherokee, além de um modelo híbrido inédito.

Este deverá ser o Jeep Renegade 4xe , que dependerá do preço do dólar para ser lançado no Brasil com valor competitivo. Ele terá o novo motor 1.3 turbo de 180 cv de potência (uma variação do 1.3 Firefly que será feito no Brasil), com câmbio automático de seis marchas.

O eixo traseiro será impulsionado por um motor elétrico de 60 cv, fazendo com que sua potência combinada fique na casa dos 240 cv. De acordo com a FCA, há força suficiente para atingir 100 km/h em 7 segundos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários