BMW iX é o primeiro de uma série de novos SUVs que a fabricante alemã prepara para a próxima década
Divulgação
BMW iX é o primeiro de uma série de novos SUVs que a fabricante alemã prepara para a próxima década

Em um novo passo para se tornar uma fabricante mais sustentável, a BMW anunciou que 20% de seus carros serão elétricos até 2023. A informação foi confirmada por Oliver Zipse, chefe-executivo da BMW, para o jornal alemão Augsburger Allgemeine.

Atualmente, a linha de veículos elétricos da BMW corresponde a apenas 8% do catálogo geral, mas Zipse garante que novos projetos que estão em desenvolvimento devem ser lançados em breve. “Estamos elevando o número de veículos elétricos. Entre 2021 e 2023, teremos 250 mil unidades vendidas na categoria”, afirma.

Zipse diz que os planos da BMW dependem de maior capacitação de sistemas de recarga. Segundo o executivo, para dar conta da nova demanda, a fabricante projeta que será necessária a construção de 15 mil novos carregadores privados e 1,3 mil estações públicas de recarga por semana apenas na Europa.

O novo BMW iX 100% elétrico deverá chegar ao mercado global ainda em 2021, para bater de frente com Jaguar I-Pace , Tesla Model X e Audi e-tron . Com o mesmo tamanho do X5, o novo crossover terá conjunto de baterias de 100 kWh, proporcionando autonomia máxima de até 482 km.

Os motores elétricos montados nos eixos proporcionam a potência combinada de 496 cv de potência, fazendo com que o SUV acelere de 0 a 100 km/h em menos de 5 segundos. Outro modelo elétrico no cronograma da BMW até 2023 é o sedã i4, futuro rival do Tesla Model 3. Segundo a fabricante, o modelo poderá entregar mais de 500 cv de potência. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários