Bronco Sport aposta no lifestyle para conquistar segmento entre Compass e Discovery Sport
Cauê Lira/iG Carros
Bronco Sport aposta no lifestyle para conquistar segmento entre Compass e Discovery Sport

O Bronco Sport é o primeiro lançamento inédito da Ford desde que a fabricante optou por fechar suas fábricas no Brasil. Ele também revela o novo direcionamento da marca em sua reestruturação, como alternativa mais em conta para modelos de luxo.

Feito no México, o modelo médio chega às concessionárias apenas no pacote Wildtrak por R$ 256.900. Não há previsão para o lançamento de outras versões em um futuro próximo, mas a Ford antecipa que está disposta a atender as demandas do mercado.

O que mais chama atenção no Bronco Sport é o lifestyle aventureiro. Neste mundo em que os utilitários estão cada vez mais parecidos com automóveis, ele segue exatamente o caminho contrário. Pode-se traçar um paralelo com a estratégia da Fiat-Chrysler com o Jeep Compass, onde as características aventureiras e rústicas ficam em evidência. 

Partindo disso, a Ford recheou o Bronco Sport com recursos que tornam a vida dos aventureiros mais fácil. Os melhores exemplos são o compartimento escondido abaixo do banco traseiro, o tampão do porta-malas que forma uma mesa e até um abridor de garrafas. 

O interior do Bronco é feito com materiais simples, mas de boa qualidade. O painel é revestido por material emborrachado, assim como as portas dianteiras. Ao centro, o console tem acabamento que imita aço escovado, onde foram alocados porta-copos e os seletores de câmbio e a tração G.O.A.T.

A central multimídia com tela sensível ao toque de oito polegadas tem sistema Sync 3, integrando conectividades Android Auto e Apple CarPlay para smartphones. A resolução da tela chama atenção logo que o motorista se acomoda no banco, exibindo a animação de um deserto com pedras que formam o logotipo do cavalo. Você pode conferir essa bela mensagem de boas-vindas no vídeo abaixo:

O Bronco ainda conta com sistema de som de alta qualidade da Bang&Olufsen, recurso que também equipa modelos premium da Audi . A interface proporciona sonoridade bem nítida, com agudos cristalinos e graves vigorosos.

A experiência a bordo do Bronco Sport fica ainda melhor em movimento, onde a grande estrela é o motor 2.0 turbo da família EcoBoost. Segundo a Ford , o SUV médio pode desenvolver 240 cv de potência a 5.300 rpm e 38 kgfm de torque a 3.000 rpm, distribuídos às quatro rodas sob demanda pela tração automática, de oito marchas.

Nossa reportagem teve a oportunidade de avaliar o SUV na pista de testes da Ford em Tatuí (SP), seguindo todos os protocolos de prevenção contra o novo coronavírus. O trajeto é formado por dois circuitos diferentes, sendo um deles na pista convencional e outro em um roteiro off-road moderado .

Na pista

O SUV da Ford consegue atravessar trechos alagados e riachos com facilidade pelo o que constatamos
Divulgação
O SUV da Ford consegue atravessar trechos alagados e riachos com facilidade pelo o que constatamos

O Bronco  demonstra boa disposição para acelerar, atingindo 100 km/h em apenas 8 segundos. Considerando os 1.681 kg de seu corpanzil, este é um feito de destaque para o SUV médio que não precisa ter qualquer vocação esportiva. Com o pé embaixo, vejo o velocímetro chegar rapidamente a 170 km/h antes de iniciar a frenagem.

Ao chegar na primeira curva, percebe-se que o balanço lateral da suspensão do Bronco Sport – McPherson na dianteira e multibraço na traseira – tem a tendência de inclinar sua carroceria para o lado oposto. Nos primeiros indícios de destracionamento em alta velocidade, o controle eletrônico de estabilidade atua para manter o SUV na trajetória. 

Você viu?

Este é o famoso jogo do “perde e ganha” de quando se está projetando um automóvel. Por mais que o Bronco tenha muita capacidade de aceleração, seu comportamento em curvas rápidas deixa claro que a vocação do novo utilitário da Ford é enfrentar terrenos sinuosos. Uma suspensão mais rígida poderia melhorar o desempenho do Bronco nas curvas, mas acabaria com a experiência nas ruas esburacadas e no off-road.

Outra característica positiva bem evidente no Bronco é o isolamento acústico. O motor 2.0 EcoBoost é silencioso mesmo com o giro elevado em uma ultrapassagem. Apesar da carroceria quadrada que, em tese, poderia contribuir para a elevação do som do vento batendo no parabrisa, o Bronco Sport também consegue se manter silencioso neste sentido.

Na comparação com outros SUVs da categoria, o Bronco Sport tem área frontal mais protuberante – e como consequência, maior arrasto aerodinâmico, com coeficiente de 0,3. Isso influi diretamente no consumo de combustível, que em nosso teste foi de 6 km/l na cidade e 10 km/l na estrada.

Fora de estrada

A tração G.O.A.T. faz o off-road parecer um passeio no parque, alterando a entrega da curva de torque do motor, o comportamento da transmissão e o acerto da direção elétrica de acordo com a situação. O Bronco Sport tem capacidade para enfrentar terrenos arenosos, enlameados e escorregadios com bravura.

Se você procura um SUV forte para enfrentar aquele trecho mais esburacado da estrada de terra para o sítio aos finais de semana, o Bronco Sport poderá cumprir este papel com louvor.

Destacamos o assistente de descida, que pode segurar o utilitário sem o uso do pedal de freio para garantir mais segurança em declives. Ainda no pacote de segurança, o Bronco conta com nove airbags , assistente de partida em rampa e controle de cruzeiro adaptativo que pode parar o veículo de acordo com a necessidade.

O que gostamos

Ford Bronco Sport é repleto de soluções inovadoras, como tomadas localizadas no porta-malas
Divulgação
Ford Bronco Sport é repleto de soluções inovadoras, como tomadas localizadas no porta-malas

O Bronco Sport mostra que a Ford tem muito a acrescentar no mercado brasileiro. Apesar do preço elevado para clientes do Jeep Compass, o modelo tem todas as propriedades para ser um sucesso.

Destacamos a pegada aventureira, o fôlego do motor, o pacote de segurança e o ótimo desempenho no off-road como suas principais características positivas. Ainda que a Ford não se enxergue como uma marca de carros premium, é possível que proprietários do já defasado Land Rover Discovery Sport se interessem pelo Bronco Sport.

O que não gostamos

Para um modelo de R$ 256.900, o Bronco Sport peca em alguns quesitos, tais como o nível de acabamento das portas traseiras e a interface da central multimídia. O consumo de combustível também deixa a desejar, por mais que proprietários de veículos premium tenham poder aquisitivo suficiente para bancar os preços elevados da gasolina.

O preço do Bronco Sport também desanima. A Ford optou por trazer a versão mais equipada para o nosso país em sua primeira remessa. Nos Estados Unidos, ele ainda conta com os modelos Base, Big Bend, Outer Banks e Badlands, todos mais baratos que a versão Wildtrak que veio ao Brasil.

Dependendo do andamento das vendas, a Ford poderá investir em versões mais baratas do Bronco Sport para concorrer diretamente com o Jeep Compass . Quer saber qual dos dois comprar? Continue ligado no iG Carros pelas próximas semanas.

Ficha técnica :
Ford Bronco Sport Wildtrak 2021
Preço: R$ 256.900
Motor: 2.0, turbo
Potência: 240 cv a 5.500 rpm
Torque: 38 kgfm a 3.000 rpm
Transmissão: automática, oito marchas, tração integral
Suspensão: independente (dianteira), independente com barra estabilizadora (traseira)
Freios: discos ventilados (dianteira e traseira)
Dimensões: 4,38 m (comprimento), 1,93 m (largura), 1,77 m (altura), 2,67 (entre-eixos)
Porta-malas: 580 litros
0 a 100 km/h: 8 segundos

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários