BMW M3 2021 fica ainda mais extravagante com a nova tonalidade verde da versão Competition Track
Divulgação
BMW M3 2021 fica ainda mais extravagante com a nova tonalidade verde da versão Competition Track

Em seis anos no setor automotivo, calculo que devo ter dirigido algo em torno de 300 carros entre modelos e versões. Dessa lista, alguns ficarão marcados para sempre na memória, como Audi RS6 Avant, Porsche 911, Nissan GT-R, Mercedes-AMG GT e Ford Mustang. Fico feliz em adicionar um novo modelo com a chegada do novo BMW M3 .

O esportivo alemão parte de R$ 757.950 e combina todos os elementos que um fanático por carros com muito dinheiro está procurando: tradição, estilo, funcionalidade e um conjunto mecânico incontestável. Falaremos mais sobre cada uma dessas características que devem balançar o mercado de esportivos premium no Brasil.

Legado

O M3 foi lançado em 1985 como parte da estratégia da BMW nas competições da época. A linha BMW Motorsport já existia desde 1972 – rendendo modelos emblemáticos como o M1 de 1978 – mas foi com a geração E30 do M3 que a subdivisão esportiva realmente se tornou um verdadeiro sucesso comercial. Para um jovem dos anos 80, o modelo era o carro de corrida que você poderia adquirir na concessionária.

Calcula-se que apenas 17 mil unidades do M3 E30 foram produzidas entre 1986 e 1991, tornando o sedã em um modelo ultra-exclusivo nos dias de hoje. Graças a artistas como Travis Scott e Frank Ocean, fãs devotos do esportivo ao ponto de estampar capas de discos, unidades bem conservadas do E30 podem valer centenas de milhares de dólares.

Em 2006, a quarta geração do BMW M3 estreou como veículo principal no game ‘Need For Speed: Most Wanted’, renovando seu público. O título foi um dos mais vendidos da franquia para Playstation 2 e PC.

Modelos mais potentes surgiram com o tempo, mas o M3 nunca perdeu o status de “popstar” na linha da BMW. Você pode pagar uma nota pelo M6, mas ainda não será tão estiloso quanto o proprietário de um BMW M3

Estilo

Em seus 35 anos de história, o BMW M3 nunca perdeu as características da primeira geração. As linhas musculosas e a traseira curta são os principais adereços em comum entre as seis gerações, como você pode comprovar pela galeria abaixo.

Há quem diga que a BMW exagerou no tamanho da grade frontal bipartida da nova geração. O time de engenharia explica que a abertura é necessária para o sistema de arrefecimento do motor. Há até uma bomba elétrica de arrefecimento adicional para resfriar os turbocompressores, com período de ativação de até 30 minutos.

Segundo a BMW do Brasil , cerca de 30% dos proprietários do M3 são adeptos do “motorsport” – ou seja, pessoas que levam o carro para o autódromo aos finais de semana para acelerar em ambiente controlado. Para preservar o conjunto mecânico, a grade frontal protuberante é necessária.

Funcionalidade

Falando sobre o caráter funcional, uma forma de extrair mais desempenho de um esportivo é deixá-lo mais leve. Neste caso, a versão Competition Track traz componentes de fibra de carbono para reduzir o peso. Este é o caso de itens como bancos, freios de carbono , rodas e retrovisores, que acarretam na redução de mais de 20 kg, segundo a BMW.

Você viu?

A central multimídia é sensível ao toque, mas a fabricante manteve o joystick do console central para facilitar o controle do motorista. O head-up display também permite que o condutor execute tarefas simples sem tirar os olhos da estrada. Tanto no design quanto na ergonomia , tudo foi pensado para otimizar a experiência ao volante.

Pé da estrada

O longo capô esconde o motor 3.0, turbo, de seis cilindros em linha, capaz de desenvolver 510 cv e 66,3 kgfm de torque a 2.750 rpm. O câmbio é automático , de oito marchas, desenvolvido pela ZF.

Um câmbio automatizado de dupla embreagem faria sentido em um esportivo do porte do M3 . A grande vantagem dos conjuntos automatizados, como o PDK da Porsche, é ter a próxima marcha engatada enquanto a anterior ainda está engrenada. 

Mas no caso do M3, a BMW divulga que as trocas são feitas em até 200 milissegundos, eliminando qualquer sensação de “gap” durante as mudanças de marcha . Isso fica bem evidente na hora de pisar fundo, pois o esportivo alemão é capaz de atingir 100 km/h em meros 3,9 segundos.

O gargarejo metálico do motor biturbo é como ouvir um álbum do Nirvana na estrada, mas senti falta dos estalos no escapamento em reduções de marcha em alta velocidade.

Segurança

BMW M3 2021: interior futurista e funcional, com botão de partida vermelho e bancos envolventes entre os detalhes
Divulgação
BMW M3 2021: interior futurista e funcional, com botão de partida vermelho e bancos envolventes entre os detalhes

O M3 é um dos carros mais seguros da BMW. Entre os itens de série, traz seis airbags, frenagem automática de emergência, indicador de fadiga, assistente de permanência em faixa, alerta de ponto-cego e chamada de assistência de emergência .

O controle adaptativo de cruzeiro funciona bem na estrada, mantendo o M3 na faixa e identificando a velocidade do veículo à frente. Nem todos os carros são capazes de fazer uma leitura tão boa no Brasil, onde as faixas costumam ser levemente apagadas nas rodovias.

Conclusão

O BMW M3 encanta gerações como poucos. Se tivesse bala para comprar um esportivo de mais de R$ 700 mil, não pensaria duas vezes. É um carro interessante para todas as ocasiões, seja acelerando em um autódromo ou passeando no shopping aos fins de semana. Por essa versatilidade, o esportivo alemão é um dos melhores lançamentos do ano até aqui.

Ficha Técnica

BMW M3 Competition

Preço: a partir de R$ 757.950
Motor: 3.0, turbo, gasolina
Potência: 510 cv a 6.250 rpm
Torque: 66,3 kgfm a 2.750 rpm
Transmissão: automática, oito velocidades, tração traseira
Suspensão: McPherson (dianteira), multibraço (traseira)
Freios: discos ventilados (dianteira e traseira)
Porta-malas: 480 litros
Proporções: 4,79 m de comprimento, 1,90 m de largura, 1,43 m de altura e 2,85 m de entre-eixos
0 a 100 km/h: 3,9 segundos
Vel. Máx: 290 km/h
Consumo: 5,5 km/l (cidade), 10 km/l (estrada)

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários