Estimativas da Anfavea apontam que até 2035 60% da frota do Brasil será de veículos elétricos
Divulgação
Estimativas da Anfavea apontam que até 2035 60% da frota do Brasil será de veículos elétricos

Não é novidade que o futuro da mobilidade elétrica está cada vez mais próximo no Brasil e prova disso é que o mercado não para de crescer e estima-se que no ano de 2035, cerca de 60% da frota brasileira deve ser de carros elétricos, conforme adianta a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores – Anfavea.

De carona com este crescimento, a Elev – formada pela AGES Consultoria e Heos que tem mais de 20 anos de experiência - chega para oferecer soluções de ponta a ponta aos consumidores e empresas e garante que além de planejar, instalar e gerenciar eletropostos, disponibilizará o primeiro aplicativo brasileiro que indica estações de recarregamento.

Com o aplicativo , que apresenta diversas informações sobre os mais de 600 eletropostos no país e em 3 idiomas, o motorista terá acesso a localização do ponto mais próximo de recarga e a rota para chegar até lá.

Já para empresas, a ELEV vai ser provedora dos postos de recarga, fazendo desde a análise do local, planejamento, instalação e gerenciamento do equipamento. Além disso, a empresa atua com Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) junto às distribuidoras de energia elétrica, que agora ganham um novo mercado de atuação, trazendo mais estrutura para o futuro do Brasil.

Estações de recarga deverão se espalhar com maior velocidade no Brasil com a chegada do novos modelos elétricos
Divulgação
Estações de recarga deverão se espalhar com maior velocidade no Brasil com a chegada do novos modelos elétricos

Bem como as empresas distribuidoras de energia elétrica e as montadoras, estabelecimentos comerciais podem ganhar movimento com a instalação de pontos de carga para os veículos elétricos . Vale lembrar que os condomínios residenciais também são um foco de atuação no mercado, uma vez que a grande maioria não está preparada para receber moradores que possuam carros elétricos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários