Tamanho do texto

A estimativa é de que a raridade seja arrematada pelo equivalente a até R$ 268 mil. Modelo chegou a entrar para o famoso “Livro dos Recordes”

Widowmaker 7
Divulgação
Widowmaker 7

No mundo insano dos pilotos de dragsters, as oficinas de preparação são capazes de fazer o que for apenas para ganhar frações de segundo nas arrancadas. No caso das motos, um dos exemplos mais extremos que se tem notícia é o do modelo idealizado por E.J Potter, que resolveu trazer componentes de carros para o modelo de apenas duas rodas.

LEIA MAIS:  Nova marca de moto elétrica esportiva para atingir 300 km/h

Entre outras ideias, Potter conseguiu instalar um motor V8 numa moto, conhecida como Widowmaker 7, que será leiloada pela famosa casa de leilões Bonhams. Estima-se que os lances pela raridade que chegou a fazer parte do Livro dos Recordes fique entre US$ 65 mil (algo em torno de R$ 205 mil) e US$ 85 mil (aproximadamente R$ 268 mil).

A história da Widowmaker 7 com o V8, começa quando Potter decidiu comprar um Chevrolet , nos idos dos anos 60, para instalar o motor da caranga, na moto. Então, o motor alimentado por carburador e 283 polegadas cúbicas (em torno de 4.5 litros de cilindrada) foi retirado do carro. Mas, para colocá-lo na moto, foi preciso fabricar uma nova estrutura de aço para suportar o V8 com segurança.

LEIA MAIS:  BMW mostra sua ideia de como serão as motos no futuro

Nasce um monstro de duas rodas

 Mas Potter ainda não estava satisfeito com o resultado e dedidiu trocar o V8 4.5 por outro maior e com preparação pesada, que inclui comandos roletados da Crane; cabeçotes de alumínio da Brodix para chegar à taxa de compressão de 12,5:1; pistões forjados e sistema de injeção de combustível Hilborn. Tudo isso e mais um pouco acabou levando a potência do novo V8 5.7 litros para mais de 500 cv.

LEIA MAIS: Lazareth LM 847, pura insanidade. Saiba mais detalhes

 Pronto, estava montado o projeto da moto dragster que entrou para o Livro dos Recordes, em 1973, como a moto mais rápida do mundo, capaz de percorrer 400 metros, saindo da imobilidade, em apenas 8,68 segundos, tempo suficiente para atingir 277 km/h. Depois de batido o recorde, Potter foi o ultimo a pilotar a raridade, em 1999. Mas, em 2012, ele faleceu, aos 71 anos, vítima de Alzheimer.  Dê uma olhada na galeria de imagens acima, onde aparece a Widowmaker 7 em detalhes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.