Tamanho do texto

Modelo produzido no Brasil passa a ter nova opção de cor e mantém itens como o câmbio automático CVT e o para-brisa de proteção

Honda SH300i da linha 2017 vem com nova cor Vermelho Perolizado e mantém o para-brisa de proteção
Divulgação
Honda SH300i da linha 2017 vem com nova cor Vermelho Perolizado e mantém o para-brisa de proteção

A Honda anuncia a chegada da linha 2017 do scooter SH 300i, que passa a ser oferecido na nova cor Vermelho Perolizado pelo preço sugerido que parte de R$ 20.990. O modelo é feito em Manaus (AM) e conta, entre outros itens, com câmbio automático CVT, estrutura do tipo monobloco underbone e rodas de aro 16 polegadas.

LEIA MAIS:  Scooter Honda SH300i vai bem na cidade, Gabriel Marazzi avalia

 No Brasil, o scooter da Honda vendido em versão única, que conta com vários itens de série como freios ABS, para-brisa para proteção adicional e sistema Smart Key, que possibilita o acionamento do motor sem uso de chave a até dois metros de distância. Há também faróis com lâmpadas de LED, com desenho diferenciado e painel de instrumentos com leitura digital e analógica que monotoram o funcionamento do motor e de toda a parte elétrica.

Por falar em motor, o SH300i vem com um de 300 cc, de quatro tempos, refrigerado a água e injeção eletrônica. Consegue gerar 24,9 cv a 7500 rpm e 2,59 kgfm de torque a 5.000 rpm. Na parte estrutural o modelo vem com suspensão com garfo telescópico de 115 mm de curso na dianteira e de 114 mm na traseira, com duplo amortecimento. 

LEIA MAIS:  Yamaha NMax desafia Honda PCX, confira mais detalhes

Ainda entre os principais destaques do Honda SH300i  está o compartimento para levar o capacete e outros objetos de pequeno porte sob o assento. E a posição de dirigir com todos os comandos de fácil alcance.

Típico veículo urbano

 De acordo com o colunista de iG Carros , Gabriel Marazzi, o “ melhor do Honda SH 300i , no entanto, é a praticidade. Leva garupa com facilidade e, diferentemente da maioria dos scooteres existentes, o SH é um tanto alto, mesmo para um piloto de altura mediana. Mesmo assim conta com boa maneabilidade em manobras de baixas velocidades e uma estabilidade razoável em velocidades maiores, principalmente devido às rodas de 16 polegadas de diâmetro. 

LEIA MAIS:  Vespa volta a vender scooters no Brasil, primeiramente importados

O modelo da Honda peca apenas pelas suspensões excessivamente firmes, que resultam em fortes trancos em pilotagem urbana, quando o piso é irregular. É o veículo ideal para grandes centros urbanos”, completa Marazzi.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.