Tamanho do texto

Com o nome de Elettrica, scooter terá mais eficiência, além de novos equipamentos com inteligência artificial e recursos de conectividade

Vespa arrow-options
Divulgação
Vespa elétrica une a tradição italiana na produção de scooteres ao futurista, com foco nas tecnologias e na mobilidade

Após pouco mais de um ano da apresentação da Vespa elétrica, a Piaggio anunciou o desenvolvimento de novas tecnologias que irão compor o modelo mais atualizado do scooter elétrico, previsto para chegar em 2021. Entre essas novas tecnologias, destacam-se a adoção de inteligência artificial, uma central multimídia com conectividade para celulares, carregamento das baterias mais eficiente, sistema de ignição sem chave, além de maior aceleração e velocidade.

LEIA MAIS: Piaggio anuncia a Vespa Club 125, novo modelo de entrada, ao Salão Duas Rodas

Com o nome de Elettrica, terá um motor elétrico de 4 KW que poderá ser recarregado por completo, em uma tomada convencional, em quatro horas. Enquanto a velocidade máxima da Vespa elétrica do ano passado é de 45 km/h, a novidade poderá atingir os 70 km/h, com até 100 km de autonomia. As futuras scooteres elétricas da Piaggio terão reconhecimento de pessoas e outros veículos nas proximidades, com até mapeamento do tráfego em tempo real.

LEIA MAIS: História da Vespa. A moto bem amada, carismática e cheia de personalidade

União do clássico com o futurista

Vespa arrow-options
Divulgação
Um dos únicos atributos que não se pode afirmar é que ela é uma moto de baixo custo, até por sua grife

Quanto ao design, apesar das formas originais do scooter terem sido mantidas, recebe uma cor prata e um complemento em azul claro, ou opção de amarelo alaranjado para as extremidades das linhas da lataria e rodas. O objetivo, com isso, foi tematizar a clássica ao estilo “energia limpa”, de modo a associar com os traços futuristas.

LEIA MAIS: Yamaha NMax é revelado com novo visual e equipamentos na linha 2020

Com chances de vir ao Brasil, se vier, a Vespa elétrica deverá custar próximo dos R$ 30 mil, considerando que o seu modelo equivalente Classic Primavera SXL, com motor a combustão, sai por R$ 19.990. E, desse modo, estaria ao lado das “irmãs” Vespa Club 125 (a mais em conta, por R$ 14 mil), Vespa Classic VXL 150 (R$ 19.880), Vespa GTS Super 300 (R$ 37.985) e Vespa GTS 300 (R$ 38.985).