Bajaj
Divulgação
Bajaj Pulsar NS200 (foto) pode ser o ponto de partida para os modelos mais em conta decorrentes dessa união

A Triumph anuncia parceria com a indiana Bajaj para o desenvolvimento de novos projetos nos segmentos entre 200 cc e 750 cc. Com foco nos mercados emergentes — com destaque para China, Índia e até o Brasil — a chegada das novas motocicletas ainda não foi adiantada, mas é possível esperar que isso ocorra a partir da segunda metade do ano. O surgimento de novas plataformas e motores, a partir da aliança, beneficiará ambas as marcas, uma vez que, enquanto uma fornece as tecnologias e o padrão de qualidade, a outra aplica o conhecimento sobre os mercados para onde as motos serão destinadas.

LEIA MAIS: Honda confirma o desenvolvimento de nova plataforma para motos de 200 cc

Segundo o CEO da Triumph , Nick Bloor: “Esta é uma importante aliança com a Triumph e estou muito feliz que agora ela começou formalmente. Além de levar nossa marca para novos territórios cruciais, os produtos que surgirão com a parceria também ajudarão a atrair um público consumidor mais jovem, embora ainda exigente, e representam um novo passo em nossas ambições para expandirmos a Triumph globalmente, em especial nos mercados de rápido crescimento do Sudeste Asiático, mas impulsionando o crescimento também em territórios mais maduros, como a Europa”.

LEIA MAIS: Triumph Tiger 800 e 1200 chegam com preços promocionais de até 8,5%

Outras alianças e possíveis rivais

BMW
Divulgação
BMW G 310 R e G 310 GS foram outros exemplos de parcerias com fabricantes de mercados emergentes. Elas, inclusive, estarão entre as rivais

No Brasil, a vinda dos novos modelos será responsável por rivalizar com o que vemos por aqui. No segmento das trail, por exemplo, terá que conviver com as Honda NXR e XRE, as Yamaha Crosser e Lander, a Royal Enfield Himalayan e outras, como a Kawasaki Versys. Entre as nakeds, possíveis rivais seriam a Honda CB 250 Twister, Yamaha Fazer 250, as KTM Duke e até as BMW G 310.

LEIA MAIS: Honda CB 500X e CB 500F 2020 já podem ser compradas em pré-venda

Isso remete às alianças anteriormente firmadas entre outras marcas mundiais e as maiores dos mercados emergentes. Nelas, as fabricantes indianas têm sido a chave para o desenvolvimento de novos produtos, de menor cilindrada. O caso mais recente uniu os estúdios de TVS Motor Company e BMW, que viabilizou a criação das G 310 R e G 310 GS. Antes, em 2017, a Bajaj atuou em conjunto com a austríaca KTM na criação da pequena 125 DUKE. Após a boa aceitação no mercado europeu, com mais de 10 mil unidades vendidas em um ano, optou-se pela diversificação do produto com as 200 e 390 DUKE. Agora, é a vez a Triumph expandir sua atuação. Agora, é a vez da Triumph .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários