Yamaha arrow-options
Divulgação
Yamaha R1 2020 recebe melhorias em resposta à Honda CBR 1000RR de nova geração, quem também recebeu atualizações

A Yamaha R1 2020 foi revelada com melhorias para aprimorar a esportividade e se adequar às últimas normas europeias de emissões de poluentes. As atualizações chegam na mecânica, na eletrônica, nas suspensões e no design. Quanto a este último quesito, sua carenagem recebeu novo desenho, de modo a fazer o ar escoar melhor e, assim, reduzir o arrasto aerodinâmico. Segundo os engenheiros japoneses, quanto a isso, está 5% mais eficiente. Seu preço é de US$ 17.399 com aumento de US$ 700 em relação o modelo anterior. Fora do Brasil desde 2016, ainda não há novas ´previsões para o seu retorno.

LEIA MAIS: Kawasaki ZX-25R tem novo teaser divulgado e aparece em ação

A Yamaha R1 recebeu novos faróis duplos em LED, novos painéis laterais que melhoram a ergonomia e nova rabeta em fibra de carbono. Partindo para o motor, seus 998 cc agora recebem novo cabeçote com novos balanceiros e novo perfil dos cames dos comandos de válvulas, além de novo layout das válvulas de admissão.

Mais melhorias

Yamaha arrow-options
Divulgação
Segundo engenheiros da marca, ficou até 3 segundos mais rápida no circuito de testes da marca no Japão

Na parte da alimentação, estreia novos bicos injetores Bosch de 10 orifícios instalados em um novo corpo de aceleração, de 45 mm, que por sua vez traz um também novo sistema de acelerador eletrônico Ride-by-Wire. O motivo para tantas mudanças é uma melhoria no processo de combustão, com melhor aproveitamento em altas rotações, algo que não só aumenta seu “fôlego”, como também o manuseio por parte do piloto.

LEIA MAIS: Harley-Davidson oferece oferta de R$ 7.200 e mais condições especiais

A YZF-R1M , modelo ainda mais arrojado, sempre foi equipada com suspensões eletrônicas, mas agora ela foi incrementada com as novas Öhlins NPX pressurizada. A Yamaha YZF-R1 convencional vem com nova suspensão dianteira de 43 mm da japonesa Kayaba. Nos dois modelos a suspensão dianteira passou por novas configurações, bem como o monoamortecedor traseiro, reajustado para compensar as novas suspensões dianteiras. As novas R1 e R1M vem equipadas com pneus Bridgestone Battlax Racing Street RS11 com compostos de borracha atualizados.

LEIA MAIS: Xiaomi revela mais detalhes sobre a sua nova moto elétrica. Assista ao vídeo

Na eletrônica embarcada, o pacote traz uma nova central inercial de seis eixos, proporcionando sete ajustes capazes de refinar ainda mais o acerto das suspensões para cada piloto. O sistema de freios vem com novo composto das pastilhas e o ABS traz duas configurações, a BC1 para retas e o BC2 para curvas que permite frenagens radicais acima da média e com muita segurança. As alterações no sistema ABS e no freio motor podem ser feitas através de dispositivos móveis da Yamaha R1 .

    Veja Também

      Mostrar mais