Reprodução
"Mini" Suzuki V-Strom será a versão da motocicleta da marca japonesa com baixa cilindrada e preço mais em conta


Conhecida pelas motos de pegada aventureira, a linha Suzuki V-Strom está prestes a ganhar uma variação de baixa cilindrada. É o que revelam as imagens do pedido de registro industrial feito na China pela Haojue, fabricante que é parceira da marca japonesa no país asiático.


A "mini" V-Strom vai seguir o mesmo estilo das irmãs maiores, com destaque para a posição de pilotagem ereta, o conjunto óptico frontal, o assento em peça única, um amplo espaço para um bagageiro e o escape lateral.

Nas imagens da patente, é possível notar ainda que o modelo irá empregar um motor monocilíndrico, que provavelmente deverá ser o mesmo bloco de 162 cc que equipa a Haojue DR 160 vendida no Brasil, dotado de duplo comando e capaz de desenvolver 15 cv.


Caso fosse oferecido no mercado brasileiro, o modelo ocuparia a mesma faixa de mercado de motos como a Honda NXR 160 Bros e a Yamaha Crosser 160. Acredita-se que a Suzuki vai adotar para a V-Strom de 160 cc a mesma estratégia adotada com a Haojue DR 300, que é exportada para países como a Índia com o nome de Suzuki GSX-S300.

Por aqui, a Suzuki deve apresentar em breve a nova V-Strom 1050. Uma das novidades apresentadas em 2019 pela Suzuki no EICMA, o Salão de Motocicletas de Milão (Itália), o modelo teve o um pedido de patente para a moto no INPI feito pela J.Toledo, representante da Suzuki no Brasil.

    Veja Também

      Mostrar mais