KTM Super Duke 1290 RR:  naked é uma das mais potentes do mercado e tem várias partes de fibra de carbono
Divulgação
KTM Super Duke 1290 RR: naked é uma das mais potentes do mercado e tem várias partes de fibra de carbono

A marca austríaca KTM mostra tudo da nova 1.290 Super Duke RR depois do modelo ter sido flagrado em testes em meados do mês passado. A novidade chega como serie limitada em apenas 500 unidades disponíveis para o mundo todo e com várias partes de fibra de carbono e desempenho de tirar o fôlego.

A nova KTM Super Duke 1290 RR vem com motor de 1.301 cc de cilindrada, capaz de gerar 177 cv e 14,2 kgfm de torque, números que, de acordo com a fabricante, são os melhores que se pode encontrar em um modelo naked hoje em dia com motor em V. O modelo tem relação entre peso potência de 1 kg/cv, um dos melhores da categoria.

As rodas da Super Duke RR 1290 são montadas em pneus Michelin Power Cup2, feitos para garantir bom desempenho em pista. Para reduzir peso, até a bateria é de ions de lítio, 2,5 kg mais leve que a convencional. E a estabilidade nas curvas é garantia por itens como o garfo de suspensão ajustável e os amortecedores WP Apex Pro calibrados especialmente para esta nova versão da KTM .

Os itens exclusivos da nova Super Duke RR 1.290 também inclui o sistema de escapamento Akrapovic, feito de titânio e fibra de carbono. Quando o assunto é desempenho, ainda existem alguns outros itens que ajudam na pilotagem , como o sistema que evita que a roda traseira despeje força demais nas curvas e o controle de largada.

As primeiras unidades da exclusiva da nova KTM Super Duke 1290 RR vão estar disponíveis no país de origem da fabricante, na Áustria, pelo o equivalente e cerca de R$ 260 mil numa conversão simples, sem taxas de impostos. Ao longo do ano, algumas unidades passarão a chegar em outros mercados e ainda não se sabe se algumas (poucas) chegarão ao Brasil.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários