Voltz EV1 é equipada com motor de 1.800 watts da Bosch e logo deverá passar a ser fabricada no Brasil
Divulgação
Voltz EV1 é equipada com motor de 1.800 watts da Bosch e logo deverá passar a ser fabricada no Brasil

Conhecida por fabricar motos elétricas, a Voltz lançou um projeto com o propósito de fortalecer no país a mobilidade sem emissão de CO2 e contribuir junto com empresários e comerciantes para um futuro mais sustentável.

O propósito é disponibilizar tomadas comuns de energia para que clientes da Voltz possam recarregar as motos. Após a instalação da fonte de energia, o local recebe um selo de um Eco-Point que ficará registrado para uma busca no APP Minha Voltz.

A iniciativa já está em vigor e conta com aproximadamente 50 pontos cadastrados no Brasil. Para carregar durante 5 horas a bateria de uma moto Voltz, o gasto de energia gira em torno de R$1 a R$3. A maior parte das pessoas, porém, fica uma hora, em busca de uma carga rápida, para suprir a demanda do dia, ao custo, em média, de R$1.

Durante a recarga, o usuário pode conhecer o espaço e eventualmente consumir algo no local, o que dilui para o proprietário o gasto de energia na conta. Na grande maioria das vezes, o ganho com o cliente é muito superior ao gasto de energia.

Além de acelerar a inauguração de lojas pelo país, com o aporte, a empresa planeja colocar em operação (ainda em 2021) a primeira fábrica de motos elétricas da Zona Franca de Manaus e lançar novos modelos e projetos de conectividade para redefinir a mobilidade duas rodas no Brasil.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários