Linha 2022 da Yamaha MT-10 ganhou mudanças significativas que renderam uma potência de até 165 cv
Divulgação
Linha 2022 da Yamaha MT-10 ganhou mudanças significativas que renderam uma potência de até 165 cv

A Yamaha atualiza o modelo MT-10 para a linha 2022 que promete ser a versão mais poderosa até agora. Lançada em 2016, a nova versão da motocicleta tem como base a R1 que é equipada com motor quatro cilindros em linha de 998 cc .


Por falar nele, toda a parte dos componentes foram revisados a exemplo de recebe pistões de alumínio forjado leves, bielas compensadas e cilindros revestidos diretamente, que a Yamaha diz que ajudam a aumentar a eficiência.

Já a injeção de combustível foi trabalhada para aumentar o torque na faixa intermediária (de 4000-8000 rpm), enquanto os sistemas de admissão e escapamento foram ajustados para mais potência. A potência é de 165 cv, ou 6 cv a mais da geração anterior.

A Yamaha também equipou o modelo  MT-10 com uma nova caixa de ar com três dutos de admissão , todos com comprimentos e seções transversais diferentes, o que garante um som afinado e emcorpado como reza a velha e boa 'cartilha'.

Leia Também

Leia Também

Faz parte dela o par de "grades de amplificador acústico" de cada lado e a adição de um novo escapamento de titânio que foi ajustado para emitir um som profundo nas partes mais baixas da faixa de rotação até o rugido de admissão assumir.


A agressividade de suas linhas marcantes compreende novos dutos alargados, faróis e luzes diurnas reestilizados e maiores além do novo desenho da carenagem que confere um ar mais intimidador ao novo modelo da Yamaha.

Existem algumas outras pequenas atualizações em outras partes da moto, incluindo um novo cilindro mestre radial da Brembo para o freio dianteiro, um selim mais confortável, nova eletrônica do acelerador, nova central eletrônica IMU de seis eixos, câmbio rápido como padrão mais um painel TFT colorido de 4,2 polegadas derivado da R1.

Por enquanto, não há notícias sobre o preço da nova Yamaha MT-10 , o que só deve ser divulgado dentro dos próximos meses, antes que a moto chegue às concessionárias no início de 2022.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários