Tamanho do texto

Foto revela novo design do Honda Fit, que estreia no Japão em junho. Confira a primeira imagem e informações sobre o modelo reestilizado

Imagem do catálogo oficial do novo Honda Fit, divulgada pelo usuário do Twitter @ren_games_
Reprodução/Twitter
Imagem do catálogo oficial do novo Honda Fit, divulgada pelo usuário do Twitter @ren_games_

O Honda Fit com novo design aparece antes do lançamento, em imagens tiradas direto do catálogo do modelo e divulgadas na internet. A foto acima é a mais limpa entre todas as que circulam pela net, muitas delas com marcas pretas que estragam a visão da nova versão do hatchback. Segundo a imprensa japonesa, a apresentação estava bem próxima, marcada para o mês de junho – por aqui, a expectativa é que seja lançado no segundo semestre deste ano.

LEIA MAIS: Honda WR-V, HR-V e CR-V, entenda em detalhes as diferenças entre os três

Flagrado recentemente em testes no Japão, o Honda Fit receberá uma atualização que o deixará mais próximo da décima geração do sedã Civic, modelo que serve de base para o design de todos os carros da fabricante. A grade frontal segue a mesma, mas retiraram a linha cromada que ficava posicionada abaixo do logo. Enquanto o formato dos faróis é o mesmo, seu desenho interno é bem diferente, para contar com iluminação em LED, tanto para as lâmpadas quanto para a luz diurna.

É no para-choque que o novo Fit irá se diferenciar do atual. Ganha uma grande entrada de ar com acabamento preto (e com contorno em outras cores dependendo da versão). A área dos faróis de neblina tem novo desenho, com uma imitação de grade posicionada acima. Apesar da baixa qualidade da foto, é possível notar que forma um vinco nas bordas, ajudando a dar um aspecto mais musculoso. Na traseira, a única mudança perceptível também está no para-choque, recebendo um contorno cromado.

LEIA MAIS: Honda trabalha em linha de modelos mais em conta para Brasil e Índia


Mesmos motores

Muitos apostavam que este seria o momento em que o Fit receberia o novo motor 1.0 turbo, de três cilindros, que já equipa a versão hatchback do Civic na Europa. Ao que tudo indica, estão enganados. A mídia japonesa fala que irá manter as motorizações 1.2, 1.3 e 1.5, nas versões a gasolina e diesel, além da configuração híbrida, deixando o 1.0 para a próxima geração. Trabalha com o câmbio manual de seis marchas ou o CVT – o modelo híbrido, exclusivo do Japão, usa um câmbio de dupla embreagem e sete marchas. Por aqui, seguirá apenas com o 1.5, de 116 cv e 15,3 kgfm de torque, sempre combinado ao câmbio CVT.

LEIA MAIS: Honda HR-V EX 1.8 - Por que o SUV é líder de vendas? Confira na avaliação

A dúvida é se o Honda Fit nacional irá seguir a tendência do modelo vendido no resto do mundo, recebendo mais equipamentos. Uma das apostas é a chegada do pacote Honda Sensing ao hatchback, que adiciona assistente de faixa, controle de cruzeiro adaptativo e aviso de colisão dianteira e frenagem automática de emergência. O único carro da marca no Brasil com este pacote é a nova geração do Civic, apenas na versão topo de linha Touring.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.