undefined
Divulgação/Jeep
Apesar da novidade do sistema de tração integral na versão flex, o Compass não deverá receber mudanças no desenho

O Jeep Compass terá uma boa novidade mecânica na linha 2018, prevista para chegar nas lojas nas próximas semanas. Os dados de consumo do Inmetro acabaram adiantando que o SUV receberá duas novas versões com o motor 2.0 flex de 166 cv e 20,5 kgfm (com etanol) com tração 4x4 e câmbio automático de nove marchas. Atualmente, apenas os modelos a diesel têm tração integral e o flex usa caixa automática de seis. 

LEIA MAIS: Jeep Compass Traihawk é para se sujar de lama no final de semana

A chegada dessa configuração mecânica do Jeep Compass já era dada como certa, com flagras do carro rodando em testes pelo Brasil – a reportagem de iG Carros chegou a cruzar com um dos modelos durante o evento de outra marca. A tabela de consumo do Inmetro apenas acabou com qualquer dúvida que ainda existia. 

Segundo o Inmetro, o Compass 2.0 flex 4x4 AT9 estará disponível nas versões Sport e Longitude, sem retirar de linha as configurações 4x2, que seguem com câmbio de seis marchas. Com o novo conjunto mecânico, faz 5,9 km/l na cidade e 7,2 km/l na estrada, com etanol no tanque. Se abastecido com gasolina, o rendimento sobe para 8,3 km/l (cidade) e 10,2 km/l (estrada).

LEIA MAIS: Jeep faz 75 anos. Confira 8 fatos curiosos sobre a história da marca americana

Linha mais completa

undefined
Divulgação/Jeep
Nova versão 4x4 vai ajudar ainda mais as vendas do SUV que tem sido bem aceito no mercado

Com a adição da nova opção com tração 4x4, o Compass passa a ter uma gama mais abrangente. Os modelos com motor 2.0 flex eram oferecidos apenas com tração 4x2 e, para ter configuração 4x4, o cliente teria que passar dos R$ 112.490 do Compass Lontitude Flex para R$ 137.990 pelo equivalente com motor diesel e tração nas quatro rodas – uma diferença de R$ 25.500.

LEIA MAIS: Jeep Compass Flex mostra que está na medida certa. Confira a avaliação

Trocar o câmbio automático de seis marchas pela caixa de nove tem motivos mecânicos. Todos os modelos 4x4 atuais da marca usam essa transmissão, para lidar melhor com o torque e com os sistemas avançados de tração. O único modelo da marca a usar essa caixa sem ser 4x4 é a picape Fiat Toro com motor 2.4 TigerShark. Até o momento, a única informação adicional sobre a mudança na linha de equipamentos do Jeep Compass é a adição de abertura e fechamento automático do porta-malas.

    Veja Também

      Mostrar mais