Tamanho do texto

Hatch chegará no fim do ano para entrar na briga com o VW Polo, Fiat Argo, Peugeot 208 e companhia

Versão renovada do Ford Fiesta é vista sem disfarces. E a imagem acaba vazando na internet antes da apresentação do carro
Reprodução/Whatsapp
Versão renovada do Ford Fiesta é vista sem disfarces. E a imagem acaba vazando na internet antes da apresentação do carro

Depois de algumas fotos de unidades camufladas, eis que aparece uma imagem da versão renovada do Ford Fiesta sem disfarces, que acabou vazando pelo Facebook. O carro deverá ser lançado antes de terminar o ano para entrar a tempo na briga com o VW Polo, Fiat Argo, Peugeot 208 e companhia. Pelo visto, a idéia foi deixar o carro feito em São Bernardo do Campo (SP), o mais parecido possível com a nova geração que já vendida na Europa desde o final do primeiro semestre.

LEIA MAIS:  Ford Fiesta renovado é visto em fase final de testes, ainda camuflado

Os retoques no desenho do Ford Fiesta se destacam pela frente renovada. As mudanças estão na nova grade, com aspecto mais moderno e esportivo que a anterior, embora seja do mesmo tamanho. Além disso, o para-choque segue o mesmo padrão arrojado, com linhas que dão um aspecto mais agressivo. Novos também são os faróis, que passaram a ter LED no lugar de lâmpadas e com discretos detalhes diferentes na comparação com os anteriores.

 Embora apenas a imagem da frente tenha vazado, sabe-se que a traseira ficará praticamente sem novidades, exceto pelas lentes das lanternas mais transparentes. O que vai mudar mais mesmo é a central multimídia, que passará a ser a Sync 3, bem mais moderna que a oferecida hoje em dia no Fiesta nacional. Além disso, o carro deverá receber apenas novo padrão de acabamento, mas nada muito significativo.

LEIA MAIS: Novo Ford Fiesta é revelado na Europa e terá versão aventureira

 Na parte mecânica também não haverá alterações. Não será dessa vez que o Fiesta vai receber o novo 1.5, de três cilindros, que equipa o EcoSport. Continuará com o 1.6 Sigma TiVCT, de 128 cv e 16 kgfm de torque a 5.000 rpm, que pode funcionar com câmbio manual, de cinco marchas, ou automatizado, de dupla embreagem Powershift, de seis. Os modelos mais caros trocam o 1.6 pelo 1.0 EcoBoost, de 125 cv e 17,3 kgfm a 1.400 rpm. Ou, pelo menos, até a Ford começar produzir o novo 1.5 no Brasi, já que vem da Índia atualmente. 

Segmento em alta

 Não é à toa que a Ford vai adotar mudanças no Fiesta. Será uma forma de dar mais apelo ao carro que faz parte de um segmento que está em alta no Brasil. Afora a chegada da nova geração do VW Polo, a Fiat lançou o Argo e a Toyota já confirmou que vai fabricar o Yaris em Sorocaba (SP), como fruto de um investimento de R$ 1 bilhão.

LEIA  MAIS: Toyota confirma produção do Yaris no Brasil. Saiba mais detalhes

 Além do Ford Fiesta renovado e desses três modelos, o grupo Peugeot-Citroën atualizou os compactos 208 e C3 com a nova caixa automática de seis marchas, atingindo os R$ 75 mil e R$ 65 mil, respectivamente. Mais adiante é possível que a Nissan venha a fabricar a nova geração do March, que tem a mesma base do SUV Kicks. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.