Ford Everest arrow-options
Divulgação
Ford Everest é a versão SUV da Ranger que terá nova geração fabricada na Argentina, de onde poderá seguir para o Brasil

A aliança entre Ford e Volkswagen selada durante o Salão de Detroit 2019 não servirá apenas para o desenvolvimento das novas Ranger e Amarok . De acordo com o site Argentina Autoblog , as marcas também estão trabalhando para lançar versões SUV de sete lugares das picapes, na mesma categoria de Toyota SW4, Mitsubishi Pajero Sport e Chevrolet Trailblazer.

LEIA MAIS: VW Nivus é visto camuflado antes da estreia no primeiro semestre de 2020

O chamado “Projeto Cyclone” está em andamento na Argentina, e tudo indica que os novos SUVs serão fabricados no complexo industrial da Ford, em Pacheco. A publicação argentina também obteve a nomenclatura interna do projeto do SUV, tratado pelo time de engenharia como “U704”.

A Volkswagen já chegou a desenvolver um SUV com base na Amarok. O modelo não foi lançado por conta das novas regras de homologação para a emissão de gases tóxicos no continente europeu. Também havia uma apreensão interna de que o projeto não fosse rentável. Dividindo os custos de engenharia com a Ford, o modelo finalmente poderá ver a luz do dia.

LEIA MAIS: Flagra! Nova picape da Hyundai é vista com camuflagem antes da estreia

Amarok arrow-options
Divulgação
A Volkswagen busca protagonismo da Amarok entregando engenharia da próxima geração à Ford

A Ford, por sua vez, já conta com uma versão “fechada” da Ranger, chamada Everest. Fabricado na Tailândia e na África do Sul com as mesmas características da picape, o SUV nunca esteve perto de vir para a América do Sul. De acordo com a Ford, não seria lucrativo.

LEIA MAIS: Land Rover quer "mini-Defender" com preço de Jeep Compass, diz site

Entre os três potenciais rivais da nova dupla, apenas o Chevrolet Trailblazer é fabricado na América Latina, em São José dos Campos (SP). Toyota SW4 e Mitsubishi Pajero Sport são importados da Tailândia. A Nissan também tem um SUV na categoria: o Terra, apresentado em 2017. A fabricante japonesa, entretanto, ainda não sinalizou que tem intenção de trazer o modelo - que também é fabricado na Tailândia - ao mercado latino-americano.

    Veja Também

      Mostrar mais