Novo Citroën C3: miniatura revela nome e como será o novo modelo da marca que chegará ao Brasil no fim do ano
Reprodução/Instagram/Pine_0101
Novo Citroën C3: miniatura revela nome e como será o novo modelo da marca que chegará ao Brasil no fim do ano

Depois de algum mistério, eis que a versão definitiva do novo modelo que a Citroën vai lançar no Brasil, no fim do ano, acaba sendo revelada como miniatura pelo site Autocar Índia , com imagens publicadas no Instagram . Pelas fotos, pode-se ver que o carro vai manter o nome C3 nos mercados emergentes, como uma versão mais simples do C3 Aircross vendido na Europa.

Desta vez, a Citroën terá que acertar na fórmula para garantir, pelo menos, um volume razoável de vendas no Brasil. E a aposta parece ter sido correta, já que o novo C3 terá aspecto de SUV, regado a certo arrojo no desenho e com preço competivo. Considerando o nível de sofisticação, a novidade da Citroën deverá ficar entre o Renault Kwid e o novo SUV da Fiat , que deverá se chamar Pulse.

Na comparação com o C3 Aircross europeu, o novo C3 para mercados emergentes tem entre as diferenças os faróis auxiliares de neblina embutidos no para-choque. Além disso, o carro que será feito em Porto Real (RJ) é um pouco menor e menos sofisticado, sem itens como teto-solar panorâmico, para conseguir ter preço mais baixo.

Porém, segue o estilo dos lançamentos mais recentes da marca francesa, com faróis estreitos, grade com duas barras cromadas e alta linha de cintura. Como a parte estética é um elemento importante no Brasil, não deixaram de incluir detalhes como rodas com acabamento diamantado , pintura de dois tons, lanternas com LED no lugar de lâmpadas e uma dose equilibrada de cromados.

Você viu?

O desenho nas lanternas traseiras é bem harmônico e a tampa do porta-malas vem com o logo do "deux chevron" bem no centro. O novo Citroën C3 que será lançado no Brasil no fim do ano é fabricado sobre a nova plataforma CMP , que também será usada em outros modelos, provavelmente um sedã e um hatch.

Ainda não há notícias sobre qual será o conjunto mecânico no mercado brasileiro, mas tudo indica que, pelo menos num primeiro momento, a Stellantis (PSA + FCA) vai adotar o conhecido 1.6 flex do Peugeot 208 . Mais adiante, pode ser que adotem o 1.0 turboflex , que vai equipar o SUV do Argo.

Também por uma questão de r edução de custos , o câmbio também deverá ser o mesmo oferecido no 208, ou seja, manual de cinco marchas, ou automático de seis. Em outros mercados, o novo Citroën C3 poderá vir com dupla embreagem e motor 1.2 turbo. Mais detalhes deverão aparecer numa data mais próxima do lançamento, no segundo semestre.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários