Jeep Renegade 2023: capô um pouco mais abaulado entre outros pequenos detalhes vão fazer parte da linha renovada do SUV
Evisk Cordeiro
Jeep Renegade 2023: capô um pouco mais abaulado entre outros pequenos detalhes vão fazer parte da linha renovada do SUV

Já no primeiro trimestre de 2022 a Stellantis vai lançar o Jeep Renegade com detalhes diferenciados no desenho e com os novos motores turboflex, o que vai acabar de vez com o 1.8 aspirado E.torQ, derivado do antigo Tritec, e que não vai atender às novas normas de emissões do Proconve 7.

A novidade da Jeep roda com alguns disfarces, como mostram as imagens do leitor de iG Carros, Evisk Cordeiro, feitas em Codisburgo (MG). Ele conseguiu flagrar o SUV compacto de perto antes do lançamento.

Pelas fotos, é possivel notar que, apesar da camuflagem, o para-choque dianteiro do Jeep Renegade deverá receber pequenos detalhes como um novo par de faróis auxiliares de LED. E tanto o capô quanto a grade frontal deverão ficar mais salientes. Na traseira também não muda quase nada, exceto por algum retoque nas lanternas. Além disso, também é provável que sejam adotados novos jogos de rodas.

Por dentro, porém, assim como aconteceu com o Compass , o Renegade também terá novo volante, atualizações na central multimídia, também com acesso à internet via 4G, espelhamento sem fio e todos os recursos já disponíveis nos lançamentos mais recentes da Stellantis, o que inclui a picape Fiat Toro renovada. E o cluster poderá ser digital nas versões mais equipadas do SUV compacto.

Leia Também

Leia Também

A traseira também vai mudar muito pouco e terá apenas retoques nas lanternas como principal novidade
Evisk Cordeiro
A traseira também vai mudar muito pouco e terá apenas retoques nas lanternas como principal novidade

No conjunto mecânico, finalmente, o Jeep Renegade vai poder ser equipado com os novos motores 1.0 e 1.3 turboflex. O primeiro estreou no Fiat Pulse , com 130 cv e 20,4 kgfm de torque a 1.700 rpm. Funcionará acoplado ao câmbio automático de seis marchas, assim como motor T270, de 185 cv e 27,5 kgfm de torque a 1.750 rpm.

Ainda não há confirmação oficial se o Jeep Renegade da linha 2023 vai deixar de ser oferecido com motor turbodiese l, que representa cerca de 10% das vendas do SUV compacto hoje em dia, de acordo com dados da fabricante.

Um argumento que contribui para o fim do motor Multijet 1.3 no Jeep Renegade é a chegada da versão híbrida 4Xe 4x4 importada (também no ano que vem) e que a marca já sinalizou que vai priorizar a eletrificação da gama e ir deixando as versões a diesel de lado.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários