Tamanho do texto

Edição especial apenas parece ser aventureira, mas mantém o conjunto bem acertado. Confira mais detalhes sobre o hatch feito a partir da versão Move

Volkswagen Up! Track
Carlos Guimarães/ iG
Volkswagen Up! Track

A Volkswagen decide lançar o Up! Track, uma versão com visual voltado um pouco mais para o lado aventureiro para ficar abaixo do CrossUp! E lá fomos nós dar uma volta no carro para conferir como a novidade se comporta. Como não houve nenhuma modificação mecânica nem estrutural, o carro equivale à versão Move, com o eficiente motor 1.0, aspirado. Aliás, todo o conjunto do subcompacto é de tirar o chapéu, sempre equilibrado nas curvas, econômico, com boa posição de dirigir e ágil o suficiente no dia a dia.

LEIA MAIS: VW Up! com novo design chega ao Brasil entre março e abril. Saiba detalhes

O problema é que o preço do Up! Track não é dos mais convidativos: R$ 46.903, ante R$ 45.987 do MoveUp! São quase R$ 1 mil a mais por alguns detalhes exclusivos como  apliques nos para-choques dianteiros e traseiros, moldura nas caixas de rodas e laterais, espelhos retrovisores com acabamento na cor preta, faróis com máscara escurecida, rodas de liga-leve. e faróis auxiliares de neblina. O resto do pacote  é o mesmo da versão Move e inclui ar-condicionado, direção elétrica, espelhos laterais com ajuste elétrico, volante com ajuste de altura, vidros dianteiros elétricos, e rádio com conexão Bluetooth.

Leve, com 920 kg de peso, o Up! Track se sai bem no trânsito do dia a dia retomando velocidade nas ultrapassagens com uma desenvoltura um pouco acima da média dos rivais 1.0 aspirados. Além disso, conta sempre com engates fáceis e precisos, que somadas às relações de marcha bem escalonadas torna o carrinho até prazeroso de dirigir. O que pode até atiçar uma tocada mais animada é que os borrachudos pneus 175/70R 14 cantam com certa facilidade nas curvas, mas cumprem o papel de manter o carro estável dentro da proposta de modelo urbano e de baixa cilindrada.

LEIA MAIS: VW Up! já atinge 50% das vendas do modelo. Confira mais detalhes

 O que também agrada no Up! Track é a posição de dirigir. Há regulagem de altura tanto do volante quanto do banco do motorista, o que já é o bastante para conseguir se acomodar bem. Ponto positivo também para a visibilidade, inclusive pelos retrovisores, os mesmos da linha Gol e Fox. Se tiver que frear forte, não se preocupe, o sistema está bem dimensionado e a boa solidez da carroceria ajuda a transmitir segurança. Na parte de isolamento acústico, o carro também não decepciona, embora nesse aspecto não mostre nada de excepcional, apenas aceitável.

 Versão renovada está a caminho

Com interior simples, o Up! Track vem apenas com o essencial, sem mordomias como os principais comandos do som no volante, ou sistema multimídia. Mas será o “canto do cisne” desse aspecto mais despojado. Isso porque vem aí a versão renovada do Up!, que vai seguir o estilo adotado no modelo vendido na Europa. Por isso, até o final de março, o carro passará a ter algumas mudanças como volante parecido com o do Golf, quadro de instrumentos com mostradores mais visíveis e opção de multimídia integrado ao painel.

LEIA MAIS:  VW faz recall do Up! por dois tipos de defeitos diferentes. Veja quais são

O espaço interno, entretanto, é um ponto em que o Up! acaba mostrando sua vocação de carro urbano que não foi feito para levar muita bagagem no porta-malas, que leva apenas 245 litros. Pelo menos incluíram algo diferente para dividir o pouco de carga: uma divisória revestida de carpete, que pode ser removida se for preciso. No interior, quatro adultos viajam sem muito aperto e as janelas das portas traseiras são abertas pelas antigas manivelas.

Apesar do preço um pouco salgado, o Up! Track é um carro bem acertado e conta com um pacote exclusivo de equipamentos que sairia mais caro de fosse comprador separadamente. Nesse aspecto, vale a pena. Mas é bom lembrar que o modelo está prestes a receber uma série de novidade dentro de um mês, o que pode levar a alguns descontos nas lojas assim que a linha 2018 for lançada.

Ficha Técnica

Preço: R$ 45.093

Motor: 1.0, três cilindros, flex

Potência: 82 cv a 6.250 rpm

Torque: 10,9 kgfm a 3.000 rpm

Transmissão: Manual, cinco marchas, tração dianteira

Suspensão: Independente (dianteira) / eixo de torção (traseira)

Freios: Discos ventilados na dianteira e tambores na traseira

Pneus: 175/70 R14

Dimensões: 3,61 m (comprimento) / 1,65 m (largura) / 1,50 m (altura), 2,42 m (entre-eixos)

Tanque : 50 litros

Consumo: 14,2 km/l (cidade) /15,3 km/l (estrada) com gasolina

0 a 100 km/h: 12,4 segundos

Vel. Max: 165 km/h 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.