Tamanho do texto

Subcompacto mostra qualidades, mas com vendas abaixo do esperado fica devendo alguns detalhes importantes no dia a dia. Acompanhe a avaliação

VW Up Connect prata arrow-options
Carlos Guimarães/iG
VW Up Connect vem com detalhes como filete vermelho na grade dianteira e rodas de liga-leve de aro 15

Com apenas três versões disponíveis no Brasil, o VW Up! mantém seu conjunto bem acertado, mas acabou virando um modelo de nicho de mercado levado pelo preço acima do seu rival Fiat Mobi. O Volkswagen parte de R$ 49.590 e o Connect avaliado sai por R$ 54.890, com motor 1.0 turbo, enquanto o hatch da marca italiana pode ser encontrado por apenas R$ 33.490.

LEIA MAIS: Confira 5 motivos para comprar  Up! e não Mobi, ou Kwid

Claro que existe uma diferença de nível de equipamento, estrutura, entre outros aspectos a favor do VW Up! , mas pouca gente no Brasil está disposta a pagar mais de R$ 50 mil em um subcompacto, daí a enorme distância entre o VW e o Fiat no ranking de vendas (o Mobi é o 10° lugar e o Up o 40° conforme a Fenabrave). Sem muita saída nas lojas, o pequeno hatch da marca alemã mostra sinais de que precisa de atualizações.

São itens corriqueiros na maioria dos compactos vendidos no País hoje em dia, mas que não equipam o Up!, como o comando um toque nos vidros elétricos e uma entrada USB com mais fácil acesso do que a que fica escondida atrás da base do suporte para celular no painel. Uma central multimídia também cairia bem no lugar do rádio com a estreita tela colorida.

 Mas vai ser difícil você encotrar um carro do tamanho do VW Up! Connect que consiga aliar as questões do desempenho e baixo consumo. São meros 3,68 m de comprimento por 1.64 de largura (ante 3,90 m e 1,66 m de um Gol), medidas de um modelo capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em surpreendentes 9,5 segundos e que consome um litro de gasolina a cada 14,3 km na estrada e 16,3 km na cidade, de acordo com dados do Inmetro.

LEIA MAIS: Três carros que perderam relevância no mercado

 Andando no VW Up no dia a dia

Interior do VW Up! arrow-options
Divulgação
erior do VW Up! é bem simples. Nada de volante vestido de couro e central multimídia com tela sensível ao toque

No dia a dia, o Up se move com desenvoltura, tanto na cidade quanto na estrada, ajudado pelo motor 1.0 turbo, de três cilindros, com injeção direta e variador de fase tanto na admissão quanto no escape, recursos que fazem render 105 cv e bons 16,8 kgfm de torque a meros 1.500 rpm. Basta o ponteiro do contagiros chegar próximo dos 2.000 rpm para o carrinho ganhar fôlego.

LEAIA MAIS: VW Up! será vendido apenas elétrico na Europa a partir do ano que vem

As trocas sempre fáceis e precisas do câmbio manual de cinco marchas também ajudam, bem como a direção leve e que transmite segurança. Outro ponto que contribui com o elogiável comportamento dinâmico do Up! Connect é a solidez da carroceria.

Porém, a suspensão é um pouco mais firme que a média do segmento, o que acaba causando alguns solavancos em piso irregular. Em contrapartida, o carro vai bem nas curvas, embora não tenha controle eletrônico de estabilidade, apenas de tração.

VW Up! prata arrow-options
Carlos Guimarães/iG
VW Up! Connect vem com certo apelo esportivo pela tampa traseira pintada de preto brilhante com lanternas escurecidas

Pelo o que custa, o Up! tem acabamento simples. As novidades mais recentes que recebeu foram volante multifuncional de três raios, cluster com mostradores maiores e o rádio com tela colorida. O que também não ajuda o subcompacto é o entre-eixos de apenas 2,42 metros, embora tenha sido alongado em relação ao modelo europeu.

O porta-malas de 285 litros não é tão pequeno porque é fundo, mas falta largura. E não existe mais o mesmo capricho de algumas versões que ficaram pelo caminho, como a Pepper, que vinha com volante revestido de couro, o mesmo do VW Golf.   O que sobrou de um pouco mais vistoso foi um conjunto ce rodas de liga-leve com pneus 185/60R 15, detalhes pintados de preto brilhante e um filete vermelho na grade dianteira.


Conclusão

Com o mesmo conjunto bem acertado de sempre, o VW Up! se tornou um carro de nicho de mercado no Brasil apelo preço bem acima do principal concorrente, o Fiat Mobi , que adotou uma pegada mais simples. Apesar de conseguir conciliar bom desempenho com baixo consumo, ainda falta apelo ao pequeno modelo da Volkswagen no mercado.

Ficha técnica

Preço: R$ 54.840 
Motor: 1.0, três cilindros, flex 
Potência: 105 cv (E)/ 101 (G) a 5.500 rpm 
Torque: 16,8 kgfm a 1.500 rpm 
Transmissão: manual,  5 marchas, tração dianteira 
Suspensão: independente (dianteira), eixo de torção (traseira) 
Pneus: 185/60 R16 
Porta-malas: 285 litros 
Dimensões: 3,69 metros (comprimento), 1,64 m (largura), 1,50 m (altura), 2,42 m (entre-eixos) 
0 a 100 km/h: 9,4 segundos 
Vel. Máx: 183 km/h 
Consumo: 14,3 km/l (cidade), 16,3 km/l (estrada), com gasolina 
Autonomia: 715 km (cidade), 815 km (estrada)